RELATÓRIO DA PESQUISA

Resumo

Resumo

  • Muitos líderes estão fazendo mudanças incrementais em suas operações—em sistemas, processos ou capacidades de gestão de serviços.
  • Mas por vezes eles falham ao fazer esta mudança. E eles não agem ou escalam suficientemente rápido.
  • Nossa pesquisa mostra que aplicar inteligência operacional baseada em tecnologia por toda a organização resulta em maior rentabilidade.
  • Se todas as empresas se tornassem 'future ready', isto equivaleria a um acréscimo de US$ 5,4T na rentabilidade global.


A corrida da preparação para o futuro já começou

Como podem organizações produzir valor para seus negócios—com velocidade e em escala? Nosso estudo mostra que a maturidade operacional avançada reforça eficiência e rentabilidade. É hora de determinar seu rumo e entrar na via expressa.

Queríamos entender a correlação entre maturidade das operações e desempenho. Assim, em 2020 abordamos mais de 1.100 executivos da alta direção de empresas em 11 países e de 13 indústrias.

Identificamos quatro níveis de maturidade operacional: estável, eficiente, preditiva e preparada para o futuro. Cada um dos quatro níveis é sustentado por tecnologias que impulsionam eficiência, insights e capacidades.

Descobrimos que:

  • Avançar um nível apenas—de 'preditiva' para 'preparada para o futuro'—produz um aumento de rentabilidade de 5,8% e ganhos de eficiência de 18,8%.
  • Organizações que subiram um nível de maturidade em 2019 foram, em média, 7,6% mais eficientes (despesas operacionais mais baixas por dólar de receitas) e 2,3% mais rentáveis (EBITDA como percentagem das receitas).
  • Ser 'future ready' traz grandes vantagens. Empresas nos níveis 'estável' e 'eficiente' que atingiram o degrau mais alto em 2019 ganharam um reforço de 2,1x na eficiência e um impulso de 4,1x na rentabilidade, comparado com seus pares que tiveram ganhos de maturidade menores.

Figura 1. Onde valor transformacional cruza com operações inteligentes.

Figura 1. Onde valor transformacional cruza com intelligent operations

A escolha inteligente

Somente um pequeno percentual de respondentes (7%) entrou na categoria 'future-ready'. Como outros podem chegar lá?

A trilha para se tornar 'future-ready' não é necessariamente linear. Organizações estáveis podem dar o salto diretamente.

A adição de inteligência à jornada—aplicando uma abordagem estratégica para avançar o modelo operacional e transformar o negócio por meio de tecnologia, processos e pessoas—é crucial.

Três coisas que você precisa saber para se tornar 'future-ready'

  1. Qual o objetivo principal?

    As empresas tendem a abordar os melhoramentos operacionais de forma incremental. Os que estão 'preparados para o futuro' iniciam com o objetivo principal em mente. Depois eles consideram os passos ousados necessários para fechar a lacuna entre suas aspirações e sua configuração atual (algo que muitos não fazem).

  2. Quais os passos-chave?

    Alguns passos entre um nível de maturidade e o próxmo não podem ser ignorados. Aqui estão três passos críticos:

    • Automatize em escala

      Até 2023, cerca de 5x mais executivos esperam ver seus modelos operacionais executarem processos digitalizados end-to-end, comparado com hoje. Ainda assim, dois terços não acreditam que atingirão essa mesma capacidade dentro do mesmo período de tempo.

    • Amplie o talento humano com tecnologia

      Ao estimularem uma força de trabalho homem-máquina, as organizações podem alocar trabalho para obter eficiência. As pessoas ficarão disponíveis para funções mais criativas e intelectuais—o melhor modo de identificar novas fontes de valor.

    • Comprometa-se com a tomada de decisão sobre dados melhores e mais diversos

      Com o uso de dados diversos e a melhora da sua qualidade, os executivos poderão combinar o melhor da intuição e da análise num ciclo de feedback contínuo. No passado, teria levado ao menos três anos para organizações avançarem um nível apenas de maturidade. Mas agora, avançar é muito mais fácil, graças à nuvem e como ela aprimora dados e analytics. Com os serviços de cloud atuais, as áreas departamentais podem pagar pelo uso quando se trata de hardware e software, potencializando a capacidade de aumentar ou diminuir sua demanda conforme a necessidade.

  3. Saiba como subir os degraus de maturidade

    Se preparar para o futuro requer um modelo operacional flexível—uma combinação otimizada de equipes multidisciplinares com tecnologias on demand. Estas precisam funcionar por um amplo ecossistema de parceiros para entregar resultados de negócio excepcionais. Parcerias no ecossistema trazem habilidades complementares e dados mais diversos. Elas oferecem acesso a tecnologias avançadas, como IA e blockchain. E também produzem inovação. Modelos de parcerias sustentados por uma visão compartilhada e termos comerciais de benefício mútuo ajudam a entregar valor e experiências transformacionais.

Conquiste, exceda, supere

A jornada para se preparar para o futuro por meio da aplicação de intelligent operations não é fácil. E nem é igual para todos.

Agora é o momento de fazer a opção por intelligent operations. Use dados de alta qualidade e diversos para extrair mais insights. Escale a automação e a força de trabalho integrada por humanos e máquinas. Coloque cloud no coração da sua empresa. E colabore com outros, promovendo uma relação ecossistêmica que lhe permita ser mais ágil e resiliente.

Nossa pesquisa mostrou que se você acelerar a jornada, suas operações podem se tornar verdadeiras catalisadoras para a vantagem competitiva. E, pelo caminho, você poderá elevar suas decisões de negócio para obter valor e crescimento tangíveis, sustentáveis e transformacionais.

Manish-Sharma

Group Chief Executive – Operations​


Kaushal Mody

Growth and Strategy Lead – Accenture Operations

MAIS SOBRE ESTE TEMA

Estar preparado faz toda a diferença
Continuidade na crise: Como executar serviços eficazes durante a COVID-19

Materiais essenciais

Leitura completa

30 minutos de leitura

Relatório inteiro

Nova pesquisa mostra que intelligent operations aumentam a rentabilidade e a eficiência

VEJA O RELATÓRIO COMPLETO
CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter