Visão geral

Visão geral

  • Num ano de grandes desafios, cada vez mais empresas adoptam a ideia de que qualquer negócio é um negócio de tecnologia.
  • Em resposta à pandemia, as empresas líderes iniciaram uma nova era de transformação exponencial. Reconhecendo que a liderança exige foco na tecnologia, as empresas mais bem sucedidas deram prioridade à inovação tecnológica.
  • Estas empresas estão a aprender como gerir esta mudança, posicionando-se e preparando-se para liderar o futuro.


Depois dos constrangimentos a nível global causados pela crise da COVID-19 em 2020, as empresas procuram retomar o seu caminho e, mais importante, com o foco no futuro.

O ano passado rompeu com antigas normas sobre como as empresas operam e como as pessoas vivem. As empresas observaram as suas operações e identificaram fragilidades nas cadeias de abastecimento, fontes de informação pouco confiáveis e novas necessidades nos seus clientes. Aqueles que se adaptaram a estas novas realidades de forma bem-sucedida, tornaram-se os Masters da Mudança.

É evidente que não há liderança sem liderança em tecnologia. A recente e rápida aceleração digital colocou a tecnologia como a pedra basilar para os líderes globais.

As empresas também aprenderam que os líderes não esperam pelo "novo normal", eles próprios são responsáveis pela sua criação. As grandes mudanças hoje exigem uma liderança mais ousada com a prioridade centrada na tecnologia. Não se trata apenas de ajustar o negócio, é preciso reverter os protocolos e criar uma nova visão para o futuro.

Neste futuro, as empresas estão preparadas para um impacto significativo no mundo ao seu redor—e o sucesso financeiro será apenas uma das métricas essenciais para a liderança. Trata-se de um momento único para reconstruir um mundo melhor do que era antes da pandemia, expandindo a nossa definição de valor para incluir o quão bem as pessoas prosperam, o impacto deixado no meio ambiente, a crescente inclusão e muito mais.

Diferente do que o mundo esperava, um novo futuro surge no horizonte. À medida que esse futuro ganha forma, não haverá espaço para empresas com ligação ao passado. Assistirá à mudança do mundo ao seu redor? Ou será quem a vai líderar? As pessoas estão prontas para o novo e está na hora das empresas se juntarem a elas. Que venha essa mudança.

Tech Vision 2021: As Technology Trends

Sobre os autores

Paul Daugherty

Group Chief Executive – Technology, e CTO


Marc Carrel-Billiard

Lead – Technology Innovation & Accenture Labs


Michael Biltz

Managing Director – Accenture Technology Vision

MAIS SOBRE ESTE TEMA

JFORD TRENDS 2021
Future Systems

Stronger grounds

Arquitetar um futuro melhor

As estratégias de negócio e de tecnologia estão cada vez mais inseparáveis—até mesmo indistinguíveis.

Em resposta à pandemia de COVID-19, as empresas têm exercido rápidas transformações digitais nas suas operações.

Estas mudanças, além de um influxo repentino de novas tecnologias, levaram a uma nova era de negócios—onde a arquitetura de operações é mais importante do que nunca e a competição no setor é uma batalha entre tecnologias..

As empresas têm também muitos mais opções de tecnologia a adotar. Desde a dispersão de implementações na cloud, modelos de inteligência artificial, ampla gama de dispositivos físicos, até ao design de hardware e computação—cada capacidade pode-se expandir para novas dimensões.

Mirrored world

O poder de digital twins inteligentes

Os digital twins, representações ou simulações de entidades ou sistemas do mundo real, estão a crescer em muitos setores, impulsionando o nascimento do mundo replicado.

Quando foram inicialmente adotados, os digital twins foram defendidos pela sua capacidade de monitorizar, simular e otimizar os dados dos mais diversos dispositivos. Mas, recentemente, a escala dos modelos, o aumento do uso e a ampla adoção da inteligência artificial (AI) transformaram a equação. Os líderes estão a começar a conetar redes massivas de digital twins, juntando um número significativo na mesma estrutura que possibilitam a criação de modelos vivos de fábricas, ciclos de vida de produtos, cadeias de abastecimento, portos e cidades e, assim, a criação de um mundo replicado.

Quando construídos sob dados abrangentes e confiáveis, os digital twins e os ambientes replicados ajudarão as empresas de diversas formas. Serão capazes de: otimizar operações; detetar e prever anomalias; evitar tempo de inatividade não planeado; gerar maior autonomia; e ajustar projetos e estratégias com base em dados recolhidos ou em novos testes executados.

As empresas que começarem a construir estruturas de digital twins nos seus ativos e montarem os seus primeiros ambientes replicados hoje, serão aquelas que conduzirão o caminho das indústrias e o mundo em direção a um futuro mais dinâmico, ágil e inteligente.

I, technologist

A democratização da tecnologia

Uma mudança inegável em direção à tecnologia democratizada está em andamento. Os poderosos recursos tecnológicos estão colocados nas mãos das pessoas, geralmente sem competências altamente especializadas.

A tecnologia democratizada permite que as pessoas otimizem o seu trabalho ou resolvam problemas por sua conta. As demais estruturas da tecnologia da informação ficam livres para dedicarem esforços em grandes projetos, deixando a resolução dos problemas do dia-a-dia para as pessoas mais próximas.

Esta é a oportunidade de todas as empresas tornarem os seus profissionais uma parte essencial dos seus esforços na transformação digital. Mas, para fazer isso com sucesso, os líderes precisarão promover a inovação em todas as unidades de negócio.

Não se trata apenas de dar às pessoas acesso a novas ferramentas. As empresas também devem ensinar ativamente os seus colaboradores a pensar como tecnólogos. Isso não significa tornar todos engenheiros, mas sim capacitá-los a resolver problemas com o uso da tecnologia.

Anywhere, everywhere

Traga o seu próprio ambiente

Depois da pandemia, ninguém vai voltar a trabalhar como antes. As empresas e os colaboradores estão em movimento para um novo futuro, onde o trabalho pode ser feito de qualquer lugar.

O que isso significa em termos práticos? Lembre-se do passado, quando as empresas permitiam que os colaboradores trouxessem os seus computadores ou smartphones para o escritório. Os empregadores tiveram de definir novas políticas e encontrar novas soluções de tecnologia, permitindo flexibilidade e reduzindo o risco dos dispositivos que não estavam totalmente sob o seu controlo. Mas também deu aos colaboradores a possibilidade de uma melhor experiência de trabalho e, em última análise, economizou dinheiro para empresas. Agora, fomos além dos dispositivos: os funcionários estão a trazer ambientes inteiros para o trabalho.

Após a pandemia, o ambiente de trabalho não ficará limitado às casas dos profissionais. Isso dará às pessoas a liberdade de trabalhar perfeitamente em qualquer lugar—seja em sua casa, escritório, aeroporto, escritórios de parceiros ou em qualquer outro lugar. Daqui a três anos as organizações melhor sucedidas serão as que resistiram a trazer as pessoas de volta para os seus escritórios e aproveitaram a oportunidade para repensar o modelo de trabalho para o mundo em constante evolução.

From me to we

O caminho para um sistema partilhado

Os sistemas partilhados compartem dados entre indivíduos e organizações, impulsionando a eficiência e a criação de novos modelos de negócio e de receita. Eles incluem blockchain, distributed ledger, bases de dados distribuídas, tokenização e uma variedade de outras tecnologias e recursos.

Mesmo enquanto as empresas faziam reduções drásticas e se debatiam para manter as operações no auge da pandemia, as organizações em todos os setores ampliaram o investimento em sistemas partilhados. Em muitas áreas, os sistemas partilhados mudaram rapidamente e tornaram-se referências em soluções necessárias e urgentes.

À medida que as empresas evoluem além da COVID-19, não devem repetir os erros do passado. Enfrentam um enorme imperativo para forjar uma base resiliente, adaptável e confiável para as suas parcerias atuais e futuras.

SUBSCRIÇÃO
Mantenha-se informado com a nossa newsletter Mantenha-se informado com a nossa newsletter