O pilar Execução da Estrutura de Inovação da Accenture explora a forma como as agências transformam novas ideias em inovações verdadeiras para o setor público. Através do nosso estudo, com cerca de 600 profissionais do setor público em 10 países, examinamos como as agências avaliam as ideias, testam essas ideias com provas de conceito (POCs), avaliam os resultados desses POCs e depois avançam com as melhores ideias.

Nosso estudo revelou o seguinte sobre a forma como as agências estão executando a inovação no setor público:

  • Embora os governos estejam agindo rapidamente, a escalabilidade não tem sido fácil. 47% afirmaram que a implantação da inovação demandou de 6 a 12 meses, e 38% relataram que a implantação foi feita em 12 a 18 meses. No entanto, mais de três quartos (77%) nos disseram que passar da fase de piloto para uma ampla implantação em escala representa um desafio significativo.
  • Descobrimos um forte foco no “marketing” da inovação no setor público - isto é, comunicando e promovendo os benefícios. 83% relataram que sua agência é “forte” ou “muito forte” nessa área.
  • Os governos esperam que os parceiros que eles escolheram através de concorrências públicas tragam inovação. Na verdade, 73% disseram que preço e inovação têm peso igual - ou que inovação é mais importante que preço.

RELACIONADO: Desperte a Inovação: Slideshare Um Olhar Mais Atento à Execução

Siga os líderes em inovação no setor público em execução

A análise e a experiência da Accenture indicam práticas que podem ajudar a melhorar a forma como as agências gerenciam o processo de execução para a inovação no setor público:

  • Fale com seus cidadãos. Crie um mecanismo estruturado para saber quais são as necessidades dos cidadãos. Seja disciplinado e consistente ao perguntar aos cidadãos o que está funcionando—e o que não está—em seus serviços atuais.
  • Implante um processo. Seja rigoroso na gestão da execução, com um forte vínculo com o impacto e os benefícios da inovação no setor público. Defina uma prática sólida para cada etapa da execução—avaliando ideias, realizando POCs, medindo os resultados das POCs, avançando rapidamente para a produção e avaliando os resultados, uma vez em produção.
  • Pense como os empreendedores. Adote métodos interativos e ágeis, incluindo a disposição para rápidas mudanças de rumo. Desenvolva a disciplina para encerrar em qualquer etapa do ciclo com base em quão bem ou mal os benefícios são percebidos.
  • Avalie habilidades (técnicas e interpessoais).Faça uma avaliação objetiva da sua carência de habilidades. Onde existem carências, avalie se você realmente precisa dessas habilidades. Onde você precisa de habilidades, mas há carências, resolva-as por meio de parceiros.
O que está impedindo uma execução efetiva? As conclusões da Accenture apontam para a falta de capacidades tecnológicas, restrições orçamentárias, culturas avessas ao risco e falta de apoio da liderança e dos principais tomadores de decisão.

Carlos Pedranzini​​

Diretor Executivo


Mark Howard

Líder Do Segmento – De Administração Global

LEIA MAIS SOBRE ESTE TEMA


CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter