Skip to main content Skip to footer

RELATÓRIO DA PESQUISA

Reinvenção na era da IA generativa

10 MINUTOS DE LEITURA

janeiro 12, 2024

Resumo

  • A disrupção está em ascensão e a reinvenção tornou-se a estratégia padrão para o sucesso em tempos turbulentos.

  • A reinvenção funciona e os Reinventoras estão à frente dos demais, criando um imperativo para que outros ajam.

  • A IA generativa representa uma oportunidade clara para acelerar a reinvenção e fechar a lacuna de desempenho.

  • Revelamos cinco imperativos que o C-suite deve abordar para se reinventar na era da IA generativa.

Reinvenção é a estratégia para o sucesso

Prevemos que nos próximos 12 a 24 meses haverá um aumento significativo nas empresas que adotam a IA generativa como um catalisador para a reinvenção.

Por que a IA generativa é diferente de outras inovações tecnológicas que vimos nos últimos anos? Essa tecnologia tem o poder de reinventar todas as partes de uma organização. Isso é novo. Por meio de nosso trabalho, vemos evidências empíricas de que essa tendência já está em movimento, particularmente à medida que a IA generativa rapidamente causa disrupções em todos os setores.

A disrupção encontra o seu jogo

As organizações ainda operam em um cenário instável. O Índice anual da Accenture Pulse of Change descobriu que a taxa de mudança que afeta as empresas aumentou constantemente desde 2019 – 183% nos últimos quatro anos. Em resposta, 83% das organizações aceleraram a execução de sua transformação desde o ano passado.

A disrupção cresce 33% ano a ano

Accenture Pulse of Change: Índice de 2024

Cenário de reinvenção

Muitas organizações estão ansiosas para se reinventar – algumas estão mais adiantadas em sua jornada do que outras.

Um pequeno número de "Reinventoras" (9%) já atingiu o alto nível de construção da capacidade de reinvenção contínua. Elas fazem um rápido progresso na execução de sua estratégia e se propõem a definir uma nova fronteira de desempenho com a tecnologia no centro de sua jornada de reinvenção.

Entre as maiores empresas, especialmente aquelas com faturamento acima de US$ 50 bilhões, o número de Reinventoras quadruplicou no ano passado. Os gigantes do setor não estão parados. Ao contrário da revolução digital, as maiores empresas assumem uma liderança precoce, alavancando seu investimento substancial na construção de seus núcleos e recursos digitais. Dois setores tiveram aumentos de dois dígitos no número de Reinventoras: em software e plataformas, o número subiu 34 pontos percentuais, para 43%, e em ciências da vida subiu 13 pontos percentuais, para 20%.

A maioria das organizações ainda está no início de sua jornada de reinvenção, com poucas organizações se reinventando em escala hoje. Como no ano passado, a maioria (81%) são "Transformadoras". As Transformadoras devem continuar. Elas dão muitos passos certos em direção à reinvenção – no entanto, é menos provável que estejam construindo capacidades sustentáveis para se reinventar continuamente e podem perder a velocidade e a eficiência de custos de uma estratégia conectada de reinvenção. E vemos uma diferença de desempenho financeiro, com as Reinventoras avançando. Os 10% restantes das "Otimizadoras" são organizações onde a reinvenção não é atualmente uma prioridade.

As Reinventoras criaram um imperativo para que outras ajam agora.

Esperamos que as Reinventoras aumentem significativamente a diferença de valor nos próximos três anos.

2019-22 = CAGR baseado em dados reais. 2023-26 = expectativas auto-relatadas
2019-22 = CAGR baseado em dados reais. 2023-26 = expectativas auto-relatadas

Fonte: 2019-22 = CAGR com base em dados reais. 2023-26 = expectativas autodeclaradas da pesquisa de reinvenção da Accenture, expectativas testadas por estresse versus expectativas dos analistas.

Sem arrependimentos e apostas estratégicas

A IA generativa não é uma revolução tecnológica comum. Nas últimas décadas, não vimos uma tecnologia que tenha o potencial de impactar materialmente todos os aspectos de uma empresa – é por isso que conectamos IA generativa e reinvenção. Para as empresas que implantarem essa tecnologia em todo o seu potencial, elas vão – por definição – se reinventar.

Nossa pesquisa mostra que a maioria das empresas aplica IA generativa de uma forma focada em movimentos conhecidos e sem arrependimentos, como geração de conteúdo ou atendimento ao cliente, sem apostas novas e estratégicas. Mas uma fração menor de empresas (as Reinventoras ou futuras Reinventoras) tem uma visão mais equilibrada. Elas utilizam a IA generativa nessas áreas sem arrependimento, mas acreditam significamente em apostas estratégicas e em escala também.

O que as Reinventoras sabem

  • A IA generativa é única tecnologia capaz de impactar toda a cadeia de valor e impulsionar a produtividade e o crescimento de uma forma que pode redefinir a fronteira de desempenho.

  • A única maneira de usar a IA generativa para alcançar a reinvenção é conectá-la com outras tecnologias. Mudar o que eles fazem – seus processos e a maneira como abordam os talentos. Tudo isso.

IA generativa em ação

3 milhões de horas economizadas

Uma agência governamental usou responsavelmente as mais recentes tecnologias digitais para fornecer automações em velocidade e escala, economizando três milhões de horas operacionais.

16 milhões de ofertas para clientes

Um banco entregou 16 milhões de ofertas hiperpersonalizadas aos clientes em três meses após a criação de uma solução de marketing com IA generativa.

+10% de faturamento

Uma seguradora reinventou todo o fluxo de trabalho de subscrição com potencial para aumentar as receitas em 10%.

Reinventar hoje para liderar o amanhã

A IA generativa representa uma oportunidade clara para acelerar a reinvenção. Existem cinco imperativos que o C-suite deve abordar. Exploramos esses imperativos e exemplos de nossos clientes para ilustrá-los.

Cinco imperativos para a era da IA generativa

1.

Lidere com valor

2.

Compreenda e desenvolva um núcleo digital seguro e habilitado para IA

3.

Reinvente talentos e formas de trabalhar

4.

Elimine o gap da IA responsável

5.

Impulsione a reinvenção contínua   

1. Lidere com valor

Mude o foco de casos de uso em silos para priorizar os recursos em toda a cadeia de valor com base em uma avaliação objetiva do business case, da prontidão da empresa e do retorno sobre o investimento correspondente. As empresas podem buscar investimentos em duas categorias: investimentos table stakes, que oferecem melhorias radicais de produtividade, e apostas estratégicas que oferecem vantagens verdadeiramente novas, incluindo a reformulação da forma como as indústrias operam.

Ação 1

Entenda o potencial de reinventar sua cadeia de valor e desenvolva recursos de ponta a ponta alimentados por IA generativa e novas formas de trabalho, em vez de se concentrar apenas em casos de uso individuais.

Ação 2

Seja líder de valor em cada capacidade de negócios que você escolher para reinventar com IA generativa.

Ação 3

Identifique apostas estratégicas onde a tecnologia cria fontes diferenciadas de valor que não podem ser facilmente capturadas pelos concorrentes.

Ação 4

Reoriente sua organização de funções em silos para recursos de negócios de ponta a ponta e tomada de decisões por meio de uma arquitetura de dados unificada e equipes multifuncionais.

Roche: Dissolvemos fronteiras para oferecer tratamento oncológico orientado por dados

Perceber o potencial de adaptar o cuidado a cada pessoa requer uma nova maneira de trabalhar que quebre barreiras em todo o ciclo de vida do cuidado que um paciente recebe. A Roche constrói plataformas que agregam dados de fontes diferentes. Uma dessas plataformas é seu hub de oncologia, que entende com segurança todos os dados do paciente e oferece aos médicos um espaço de trabalho central para colaboração. Isso ajuda a levar os pacientes ao tratamento mais rapidamente em um campo onde o tempo pode salvar vidas.

2. Compreenda e desenvolva um núcleo digital seguro e habilitado para IA

Invista em tecnologia que funcione perfeitamente e permita a criação contínua de novos recursos. A IA generativa requer uma arquitetura corporativa fundamentalmente diferente. Os dados são mais fluidos, com dados não estruturados e sintéticos se tornando mais importantes. E, com novos modelos de base sendo lançados a cada semana, as empresas precisam usar os modelos certos para dar suporte a cada recurso. Aplicativos prontos para IA com uma arquitetura flexível permitem que você acesse uma variedade de modelos de base em parceria com ecossistemas. As Reinventoras priorizam seu núcleo digital como uma competência chave.

Ação 1

Entenda o que "núcleo digital" significa para você e olhe para sua tecnologia objetivamente para entender onde seu núcleo digital está – em relação à indústria e, o mais importante, em relação ao que é necessário para usar IA generativa.

Ação 2

Entenda o que é um backbone de dados e IA generativa e o que será necessário para construí-lo.

Ação 3

Certifique-se de que seu CIO incorpore práticas de segurança cibernética no início do ciclo de vida em toda a tecnologia e que você tenha uma cultura de segurança forte para priorizar a resiliência.

Ação 4

Entenda seu ecossistema atual de tecnologia e consultoria e atualize sua estratégia sobre como você trabalhará com eles para comprimir o ciclo de reinvenção.

Ação 5

Meça rigorosamente o progresso para garantir que mais de 50% de seus investimentos em tecnologia sejam voltados para a construção do novo.

Companhia petrolífera nacional do Sudeste Asiático: volumes de dados simplificado

Esse cliente tem grandes volumes de dados em diferentes formatos — e gera mais diariamente. Depois de dar uma olhada holística nos problemas, implantou IA generativa e pesquisa cognitiva para perceber o verdadeiro valor de seus dados e impulsionar um novo crescimento. Sua nova base de conhecimento incorpora mais de 250.000 documentos com informações estruturadas e não estruturadas, traz as informações desejadas e as converte em um formato escolhido. A nova configuração integrada torna as informações detectáveis com o mínimo de esforço, automatiza o processo de coleta de conhecimento para diferentes funções em toda a organização e ajuda a reduzir acidentes.

3. Reinvente talentos e formas de trabalhar

Defina e guie uma visão de como reinventar o trabalho, remodelar a força de trabalho e preparar os trabalhadores para o mundo da IA generativa. As Reinventoras são duas vezes mais propensas do que outras organizações a antecipar ganhos de produtividade de 20% ou mais nos próximos três anos. Dois em cada três concordam fortemente que, com a IA generativa, o trabalho se tornará mais gratificante e significativo. De todos os executivos que pesquisamos, 95% concordaram que a IA generativa de fato criará novos empregos líquidos em sua força de trabalho. E isso significará líderes com habilidades diferentes, que fazem da mudança uma parte central da cultura da empresa, dando voz às pessoas no processo.

Ação 1

Crie uma estratégia de talentos que identifique como o trabalho mudará, documente o impacto nas funções e avalie quais habilidades são necessárias para cada caso de uso de IA generativa.

Ação 2

Crie fortes competências de mudança que coloquem as pessoas no centro para que você entenda o impacto da IA generativa em todos os aspectos das pessoas e suas experiências.

Ação 3

Desenvolva as capacidades de aprendizagem contínua necessárias para apoiar a reinvenção, seja organicamente ou com parceiros, e garanta que os trabalhadores tenham habilidades relevantes para o mercado para IA generativa e estejam ativamente envolvidos na mudança.

Ação 4

Revise as capacidades de RH e invista nas competências e tecnologias necessárias para apoiar a visão de reinvenção. O RH é uma parte central da estratégia de negócios.

Ação 5

Analise sua proposta de valor para funcionários e certifique-se de que ela faz com que eles se sintam melhor por trabalhar em sua empresa e que seu uso de IA generativa seja consistente com seus compromissos.

Empresa biofarmacêutica: uma reinvenção à altura da sua ambição

Para ser a principal organização de pesquisa intensiva especializada na ciência de descobrir e desenvolver novas terapias, este cliente desenvolve novos tipos de treinamento e experiências de liderança para ajudar a promover as mentalidades empreendedoras e novas formas de trabalho que apoiam suas ambições. Isso inclui envolver as pessoas adequadamente no processo de design, um programa para qualificar milhares de pessoas para torná-las especialistas em IA generativa e trazer o talento certo nos momentos certos.

4. Elimine o gap da IA responsável

Projete, implante e use IA para gerar valor e, ao mesmo tempo, mitigar riscos. A grande maioria (96%) das organizações apoia algum nível de regulamentação governamental em torno da IA, mas apenas 2% das empresas se identificaram como tendo IA responsável totalmente operacionalizada em toda a organização. A lacuna entre a intenção e a execução é enorme e deve ser abordada. Fechar o gap requer mais do que uma estrutura de IA responsável para a gestão de riscos e o uso ético e sustentável da IA -  requer um plano acionável.

Ação 1

Adote princípios de IA responsável com responsabilidade e governança claras para design, implantação e uso.

Ação 2

Operacionalize os princípios de IA responsável com um programa formal, apoiado por investimento e tecnologia.

Ação 3

Garanta que os casos de uso imediatos sejam triados com IA responsável incorporada em todos os produtos enquanto desenvolve os recursos. Cada caso de uso deve ser capaz de articular os riscos e como você os está mitigando.

Ação 4

Envolva-se em todas as funções para abordar o impacto na força de trabalho, a conformidade com as leis, a sustentabilidade e os programas de privacidade e segurança.

Autoridade Monetária de Cingapura: Operacionalização de um programa inovador de IA responsável

A Autoridade Monetária de Cingapura (MAS) é um dos primeiros reguladores financeiros a ter um programa de IA responsável. O MAS criou a Veritas, um consórcio do setor, para ajudar as instituições de serviços financeiros (FSIs) a avaliar suas soluções de IA e análise de dados de acordo com os princípios de justiça, ética, responsabilidade e transparência. Uma equipe central dentro da Veritas desenvolveu uma estrutura de metodologia para operacionalizar esses princípios. Isso ajuda os FSIs a obter valor da IA de forma responsável, ao mesmo tempo em que constroem um futuro mais justo para bilhões de consumidores em todo o mundo.

5. Impulsione a reinvenção contínua

Como a mudança é constante, a reinvenção nunca acaba. As organizações devem impulsionar a reinvenção contínua. As organizações não podem encarar a reinvenção como um esforço único empreendido a cada poucos anos. Eles devem construir a capacidade de se reinventar continuamente e fazer com que a capacidade de mudar faça parte do DNA organizacional. É uma mudança que coloca uma empresa em um estado de abertura para novos pensamentos, que exige uma mentalidade cultural e operacional para mudanças contínuas, alimentada por um núcleo digital flexível que suporta IA generativa em ritmo e em escala.

A IA generativa democratizou a inteligência artificial e tornou a tecnologia muito mais humana. Isso significa que o caminho para a reinvenção é muito mais rápido do que imaginávamos até um ano atrás, já que a tecnologia tem o potencial de redefinir cadeias de valor inteiras. As organizações que fazem apostas ousadas para se reinventar, e reconhecem a importância de combinar tecnologia com a criatividade humana, capturarão valor de longo prazo e construirão resiliência duradoura.

Até onde a reinvenção pode levar a sua empresa?

Nossos diagnósticos específicos da indústria ajudam as organizações a moldar um plano para uma reinvenção bem-sucedida e definir a melhor forma de usar a IA generativa em toda a empresa.

ESCRITO POR

Jack Azagury

Group Chief Executive – Strategy & Consulting

Muqsit Ashraf

Lead – Strategy

Oliver Wright

Senior Managing Director – Consumer Goods & Services, Global Lead

Karen Fang Grant

Global Research Lead – Industry Networks & Programs

Mike Moore

Principal Director – Accenture Research