RELATÓRIO DA PESQUISA

Resumo

Resumo

  • O mundo avalia o 5G pelo seu potencial financeiro. O impacto dessa nova tecnologia é enorme para diferentes setores.
  • O setor bancário passa por uma disrupção, com a mudança nos hábitos dos consumidores, novas exigências regulatórias e a entrada de novos provedores.
  • A diferenciação competitiva passa pela formatação de ofertas e soluções personalizadas, alavancando dados, inteligência e resposta em tempo real.
  • O 5G tem o potencial de acelerar a evolução do setor bancário remodelando a interação dos clientes com ofertas instantâneas e mais personalizadas.


Você já se questionou por que o 5G é tão diferente, se comparado às tecnologias anteriores? Cada nova geração de redes 5G gera grandes expectativas, de líderes a trabalhadores, que passarão por mudanças no seu modelo de trabalho.

Mais de 50% dos executivos consideram que combinar o 5G com tecnologias de ponta, tais como Inteligência Artificial (IA), machine learning, nuvem, Edge Computing e Internet das Coisas (IoT), é essencial para acelerar o desempenho dos negócios. O crescimento de receita para os primeiros que adotaram o 5G durante a crise é 2,5 vezes maior.

O 5G e o Edge Computing serão as duas tecnologias de comunicação mais importantes para a viabilização de oportunidades. Elas habilitarão a criação de novas soluções para as instituições financeiras que vivem um mercado muito competitivo e dinâmico. No entanto, antes que essa tecnologia possa superar os novos desafios, é preciso enfrentar os obstáculos existentes na hora de colocá-la em prática.

Esses desafios podem ser classificados em duas categorias: amplitude e ecossistema.

No caso da amplitude, como é uma atualização das redes wireless, o ponto de atenção está na integração da capacidade do 5G dentro da infraestrutura e arquitetura de rede existente. O alcance também é um problema. É preciso estratégia e planejamento na hora de prover esses serviços com menor latência e maior confiabilidade, longe dos grandes centros, em um país de extensão continental.

Ao falar de ecossistema, atender a demanda crescente de espectro, largura de banda e latência nas redes corporativas é um desafio que precisa ser superado o quanto antes.

Além disso, é preciso avaliar o melhor modelo para atender as necessidades das indústrias, sejam elas por meio de redes públicas, privadas ou híbridas. Dentro das corporações há diferentes “pedras no caminho” que, na verdade, possuem grande potencial de se transformarem em novas oportunidades de mercado: a identificação de caminhos para gerenciar as redes nas “verticais” – tais como criação de novas capacidades ao departamento de TI, suporte de operadoras de serviço móvel e adaptação ao modelo híbrido.

O 5G ajudará a acelerar a transformação do setor bancário tanto em seus canais físicos quanto nos digitais. Também irá impactar as jornadas de produtos financeiros, além de ampliar as possibilidades para as atividades de risco e compliance.

Por que o 5G é tão relevante ao setor bancário?

Existem diversas aplicações para o 5G no setor, sendo que oito se destacam para o Brasil:

Evolução de serviços digitais via mobile banking

Além de aprimorar a experiência dos clientes em transações e simulações mais rápidas, simples e seguras, a tecnologia 5G também ampliará a cobertura desses serviços ao atender áreas que não contam com serviços 3G ou 4G, apoiando a inclusão financeira em áreas desassistidas de zonas urbanas e na expansão de serviços em zonas rurais.

Aumento da segurança e meios de autenticação

O 5G possibilita avanços significativos em segurança e autenticação do usuário, como a adoção de soluções mais avançadas para reconhecimento facial, biométrica multidimensional e criptografia.

Digitalização e automação de canais físicos

Os canais físicos como conhecemos mudarão com a adoção massiva de teleatendimento e serviços virtuais, ATMs e interfaces digitais de interação com uso de tecnologias de autoatendimento assistido por IA, para entregar uma experiência mais imersiva e personalizada aos clientes.

Maior flexibilidade e ampliação de presença física

O 5G irá ajudar na evolução das agências com a habilitação de novos formatos mais compactos e eficientes, apoiados no fluxo de informações e no menor tempo de resposta, permitindo aos bancos oferecerem atendimento semipresencial a localidades e praças atualmente parcial ou totalmente desassistidas de serviços bancários.

Ampliação de modais de pagamento

Com o aumento da adoção da tecnologia 5G, espera-se que mais dispositivos ofereçam opção de conectividade à rede (IoT) e permitam a oferta de serviços financeiros embutidos. Com dispositivos “wearables” os bancos poderão coletar dados sobre o comportamento do consumidor e possibilitar a realização de pagamentos de forma quase invisível.

Melhora na gestão de riscos e prevenção a fraudes

O 5G permitirá que mais dados trafeguem pelas redes em tempo real, o que aprimorará a prevenção proativa de fraudes pela possibilidade de cruzamento de diferentes referências e informações pelos bancos. Eles também poderão detectar e enviar atualizações em seus aplicativos móveis, sem impactar as jornadas e a experiência dos clientes.

Analytics em tempo real

O 5G aumentará o uso de dados e suas possibilidades de análise. Isso permitirá que os bancos possam adotar amplamente soluções de IA e ML para tratamento e análise de dados de seus clientes, permitindo às instituições a capacidade de oferecer ofertas e recomendações de produtos e serviços de forma mais personalizada aos seus clientes.

Embedded finance

A possibilidade de embarcar serviços financeiros, de forma quase imperceptível, em diferentes jornadas de consumo, será amplificada com a tecnologia 5G. A capacidade de capturar dados em tempo real e ampliação de dispositivos e pontos de contato permitirão à indústria financeira ampliar a sua presença para além de seus próprios canais.

Veja todas

Sobre os Autores

Joana Henklein

Managing Director – Banking, Latin America


Paulo Tavares

Líder para 5G e Cloud First Network na Accenture para América Latina


José Marcelo Vilela

Associate Director – Strategy and Consulting, Brazil


Ricardo Heidel

Strategy Principal Director


Raphael Gomes Pereira

Diretor Cyber OT LATAM


Rafael Becker Miranda

Strategy Manager

MAIS SOBRE ESTE TEMA

Fueling payments growth with new value propositions
As 10 maiores tendências bancárias para 2022

CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter