Antes de embarcar no caminho para se tornar pronto para o futuro, é útil saber para onde você está indo. O caminho da preparação não é necessariamente linear e o ritmo em que você irá se mover dependerá das escolhas que você fizer.

CMOs precisam de uma abordagem ousada para o futuro

Em muitos casos, as organizações abordam as melhorias operacionais de forma incremental e sem colaboração entre departamentos e funções. Os CMOs devem resistir a essa tendência pensando grande e começando com o objetivo final em mente. Imagine como é estar pronto para o futuro e faça perguntas difíceis sobre como chegar lá. Isso inclui:

Avaliar e alinhar a tecnologia

Seu ecossistema de tecnologia de marketing está trabalhando duro o suficiente e alcançando os resultados certos?

Treinar os profissionais de marketing

Eles estão sendo treinados para realizar operações de marketing mais inteligentes?

Gerenciar dados

Os profissionais de marketing estão aproveitando ao máximo os dados disponíveis e a capacidade de análises?

Veja todas

À medida que os CMOs se fazem estas perguntas, os profissionais de marketing devem considerar algumas soluções transformadoras.

Estudo de caso

A Accenture trabalhou com uma companhia líder global de software para criar um modelo operacional integrado e de análise de ponta a ponta, composto por cientistas de dados e especialistas em geração de insights.

Essa equipe trabalhou com a companhia para desenvolver modelos preditivos avançados, gerar recomendações práticas e capacitar seus profissionais de marketing com relatórios de desempenho de campanhas elaborados por conta própria. A iniciativa aumentou em 80% a velocidade com que eles obtiveram insights valiosos, permitindo que tomassem decisões e fizessem ativações mais rápidas.

Pense grande para oferecer excelência

Muitas vezes, as organizações abordam melhorias nas operações de forma isolada e incremental. Em vez disso, devem contrariar a tendência pensando grande e começando com o objetivo principal em mente. Elas devem conceituar um estado pronto para o futuro — por exemplo, que avanços nas operações seriam permitidos pelas novas tecnologias? Elas devem definir esse ponto como um objetivo ambicioso e então considerar as ações ousadas necessárias para atingir esse objetivo (algo que nossa pesquisa mostra que muitas não fazem).

A excelência na entrega não é mais algo agradável. É fundamental fornecer as experiências certas sempre, em cada interação.

Nigel Gilbert

Managing Director – Marketing Operations

MAIS SOBRE ESTE TEMA

Via expressa para o futuro
CX não é mais suficiente

CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter