RELATÓRIO DA PESQUISA

Resumo

Resumo

  • A atual agenda de Open Insurance posiciona o Brasil na vanguarda das geografias com abertura de dados no mercado de Seguros.
  • Open Insurance, somado a interoperabilidade do Open Banking, habilita novos modelos e iniciativas de negócios para Seguradoras, Corretoras e Insurtechs.
  • O consumidor brasileiro se mostra mais propenso a compartilhar dados do que em outras geografias, porém, espera-se algum tipo de benefício em troca.
  • Hiper-personalização e abordagem de ofertas contextualizadas são pilares fundamentais para que as Seguradoras consigam se manter relevantes.


Oportunidades e Desafios Estratégicos em Open Insurance

A agenda de Open Insurance habilita diversas oportunidades de negócio.

Hiper-personalização de Ofertas

Consentimento permite às seguradoras criarem ofertas flexíveis e customizadas às reais necessidades do cliente.

Timing integrado à jornada de compra

Desenvolvimento de APIs habilitam novas parcerias para oferta de produtos em um timing mais integrado à jornada de compra.

Saiba mais, pergunte menos

Interoperabilidade com Open Banking traz informações valiosas que podem impulsionar diversas iniciativas de negócio.

Novas Formas de Monetização

Torna-se possível a criação de APIs monetizáveis no qual participantes podem ter fontes de receita além do Risco.

Veja todas
Nesse contexto, também existem grandes desafios a serem avaliados e superados pelas Seguradoras. Os participantes que saírem na frente tendem a se diferenciar dos demais.

Garantir a Segurança dos Dados

Apenas 1/3 dos consumidores afirmam confiar nas Seguradoras para protegerem seus dados; bancos tem maior aceitação.

Aumentar os Touch-points com Clientes

Seguradoras saem atrás dos players de Bancassurance para obter consentimento e, com isso, estabelecer campanhas.

Alinhar Estratégia com Canal Corretor

Faz-se necessário avaliar como inserir os corretores dentro da estratégia das empresas em Open Insurance.

Novas Formas de Monetização

Consumidor de Seguros tem receio que a utilização dos dados compartilhados seja apenas para penalizá-lo.

Veja todas

Preparação para o Open Insurance

A agenda estratégica de Open Insurance conflita com obrigações de cunho regulatório, no qual já tivemos as primeiras entregas referente a Fase 1 – Open Data, em meados de 12/2021.

Para os participantes que estejam priorizando a agenda regulatória, existem alguns direcionadores que podem servir como base para iniciar discussões de negócio.

Direcionadores de Ataque

  • Captação de interesse prévio na base atual de clientes;
  • Remodelagem do Pricing e critérios de aceitação quando compartilhamento existir;
  • Desenvolvimento de estratégias e ferramentas que facilitem a jornada do corretor;
  • Estabelecimento de novas parcerias e ações para conseguir consentimento no canal parceiro.

Direcionadores de Defesa

  • Monitoramento de consentimento;
  • Mapeamento da concorrência e novas propostas de Valor que estão sendo criadas;
  • Campanhas de marketing que reforcem ações pró-cliente;
  • Comunicação sobre a capacidade da Seguradora de garantir a proteção de dados sensíveis.

Por que uma jornada de Open Insurance com a Accenture?

Somos referência no Brasil e no mundo em projetos de Open Finance, atuando da definição estratégica até o delivery das APIs.

Com 400+ especialistas e 500+ projetos realizados, nossa prática de Seguros no Brasil tem impulsionado transformações nas maiores seguradoras.

Possuímos diversos ativos aceleradores, como benchmarks, abordagens e frameworks estratégicos e operacionais.

Líder em Open Banking para serviços de TI pela Everest em 2021.

Líder global entre provedores de serviço de estratégia e delivery de APIs pela Forester Wave.

+300

projetos de Open Finance realizados no mundo

+200

cases globais de Open Finance mapeados

+120

profissionais atuando na agenda de Open Finance no Brasil

Conheça o time

CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter