RELATÓRIO DA PESQUISA

Em resumo

Em resumo

  • No atual contexto de interligação dos vários ecossistemas, os ciberataques podem atingir proporções numa escala sem precedentes.
  • À medida que mais partes do mundo físico passarem a ser controladas pelo mundo digital, o risco e o impacto potencialmente perigoso dos ataques aumentará.
  • As organizações vão ter de aprender a colaborar ao nível da cibersegurança e esse aspeto tem de ser primordial na forma como estabelecem parcerias.


Hoje em dia, nenhuma organização é verdadeiramente capaz de encarar sozinha a cibersegurança. O mundo empresarial moderno está dependente de ecossistemas e isso aumenta consideravelmente o impacto dos ciberataques. Um incidente, que outrora paralisaria apenas uma empresa, pode agora ter um impacto mais alargado ameaçando parceiros, indústrias e até grandes segmentos de toda uma economia. Quanto mais o mundo físico é controlado pelo mundo digital, maior é o potencial de impacto.

Ameaças aos ecossistemas requerem soluções ao nível desses ecossistemas

A abordagem baseada em ecossistemas aumenta o risco, mas também facilita a identificação de soluções. Os líderes estão a começar a percecionar que esta colaboração e interligação também pode ser usada para melhorar significativamente a segurança. As organizações têm de considerar as crescentes dependências dos ecossistemas no seu posicionamento, no que toca a segurança. Além disso, a segurança tem de ser uma componente fundamental a considerar na criação de parcerias.

Uma abordagem moderna à segurança empresarial implica abandonar a ideia que advoga “a minha empresa primeiro”. As ameaças que surgem atualmente requerem ações de cooperação.

87%

dos executivos de IT e de negócio concordam que, para serem verdadeiramente resilientes, as empresas têm de repensar a forma como atuam ao nível da segurança para que, além de se protegerem a si, assegurem também a proteção dos seus ecossistemas.

Quanto mais depressa as organizações começarem a estabelecer parcerias de segurança, que refletem os ecossistemas em que participam, mais depressa começarão a aumentar a resiliência do seu negócio . A segurança, num mundo baseado em ecossistemas, deixou de se centrar na proteção da organização e passou a focar-se em proteger todos.

"A cibersegurança já não depende apenas do esforço de uma empresa. Requer a cooperação entre os vários parceiros do ecossistema."

@MJBiltz, Managing Director – Accenture Technology Vision. #TechVision2019



Paul Daugherty

CHIEF TECHNOLOGY AND INNOVATION OFFICER - ACCENTURE


Marc Carrel-Billiard

SENIOR MANAGING DIRECTOR - ACCENTURE LABS E EXTENDED REALITY


Michael Biltz

Managing Director — Accenture Technology Vision

MAIS SOBRE ESTE TEMA


Documentos de suporte

As cinco tendências abordadas no relatório deste ano refletem em paralelo as transformações digitais das empresas e das pessoas. O Technology Vision 2019 dá as boas-vindas às empresas para a nova era pós-digital.

Leitura completa

20 minutos de leitura

Relatório da pesquisa

Tenha acesso ao resumo, às cinco tendências e ao panorama geral. Descubra como o relatório deste ano se enquadra nas tendências tecnológicas que identificámos para os próximos três anos. Analise o Tech Vision completo.

RELATÓRIO COMPLETO

Em resumo

10 minutos de leitura

Resumo

O nosso resumo de dez minutos acerca das novas inovações e tendências que serão essenciais para os líderes, na era pós-digital que se avizinha.

VER

SlideShare

O mundo dos negócios está a passar por uma transformação digital. Contudo, as pessoas também estão a mudar e estão a desafiar as empresas a colaborarem com elas ou a adaptarem-se das mais variadas formas.

Siga-nos nas redes

SUBSCREVER
Mantenha-se informado com a nossa newsletter Mantenha-se informado com a nossa newsletter