RELATÓRIO DA PESQUISA

Resumo

Resumo

  • Muitos líderes estão a fazer mudanças significativas nas suas operações—em sistemas, processos ou capacidades de gestão de serviços.
  • Mas por vezes falham ao fazer esta mudança, por não agir ou escalar suficientemente rápido.
  • A nossa pesquisa mostra que aplicar inteligência operacional baseada em tecnologia por toda a organização resulta em maior rentabilidade.
  • Se todas as empresas se tornassem 'future ready', isto equivaleria a um acréscimo de 5,4 triliões de dólares na rentabilidade global.


A corrida de preparação para o futuro já começou

Como podem as organizações produzir valor para os seus negócios—com velocidade e em escala? O nosso estudo mostra que a maturidade operacional avançada reforça eficiência e rentabilidade. É o momento de determinar o seu rumo e acelerar o processo.

Queríamos compreender a correlação entre maturidade das operações e desempenho. Assim, em 2020 abordámos mais de 1.100 executivos de topo de empresas em 11 países e de 13 indústrias.

Identificámos quatro níveis de maturidade operacional: estável, eficiente, preditiva e preparada para o futuro. Cada um dos quatro níveis é sustentado por tecnologias que impulsionam eficiência, insights e capacidades.

Concluímos que:

  • Passar de uma maturidade operacional preditiva para uma maturidade operacional preparada para o futuro, algo que equivale a avançar apenas um nível, promove aumentos de 5,8 pontos percentuais na rentabilidade e incrementos de 18,8% na eficiência.
  • As organizações que se encontravam num nível de maturidade acima das demais, entre 2017 e 2020, eram, em média, 7,6% mais eficientes (menores despesas operacionais por cada dólar de receita) e 2,3% mais rentáveis (resultados antes de juros, impostos e depreciações e amortizações em percentagem das receitas).
  • As empresas que se encontravam nos níveis de maturidade "estável" e "eficiente" e que, em 2020, já estavam preparadas para o futuro apresentaram uma eficiência operacional e uma rentabilidade 2,1 vezes e 4,1 vezes superiores, respetivamente quando comparadas com firmas com aumentos de maturidade mais modestos.

Figura 1. O valor transformacional aliado às operações inteligentes

Onde valor transformacional se alia a intelligent operations

A escolha inteligente

Apenas 7% dos inquiridos se encontravam preparados para o futuro. Como é que os demais podem recuperar terreno?

A preparação para o futuro não é, necessariamente, um processo linear. Até as empresas consideradas estáveis podem acelerar o seu processo de preparação para o futuro.

É essencial aliar inteligência ao processo acima referido através de uma abordagem estratégica que permita melhorar o modelo operacional das firmas e transformá-las com recurso a tecnologia, processos e pessoas.

Três formas de se preparar para o futuro

  1. Estabelecer o objetivo principal
    As empresas tendem a implementar melhorias de cariz operacional de forma demasiado gradual. Porém, as firmas preparadas para o futuro pensam em grande e têm como ponto de partida o seu principal objetivo. Depois de definido o objetivo, as firmas ponderam estratégias arrojadas necessárias para aproximar a realidade do momento daquela que almejam (algo que, segundo a nossa análise, muitas empresas não fazem).
  2. Conhecer as medidas essenciais
    Para alcançar o nível de maturidade seguinte, há medidas que não podem ser ignoradas. Eis as três que a Accenture considera fulcrais:
    • Automatizar em grande escala
      O número de administradores que prevêem a integração de processos digitais completos nos seus modelos operacionais até 2023 é quase cinco vezes superior ao número de administradores que dizem que a integração já existe.
    • Potenciar o talento humano com recurso à tecnologia
      Promover uma cooperação entre humanos e máquinas, em que a tecnologia ajuda os humanos (e não o oposto), permitirá que as empresas distribuam as tarefas de forma a trabalharem mais eficientemente. Além disso, as pessoas passarão a ter mais disponibilidade para pensarem de modo mais criativo e crítico, algo que se revela a melhor forma de identificar novas fontes de criação de valor.
    • Tomar decisões com base em dados mais diversificados e de melhor qualidade
      Através da utilização de dados diversificados (que podem ser estruturados, não estruturados, internos e externos e estanques ou associados a cadeias de valor) e da melhoria da sua qualidade, os administradores terão a capacidade de conjugar o que os recursos acima referidos têm de melhor para receberem, continuamente, informação relativa às decisões tomadas. Atualmente, tornou-se muito mais fácil fazer progressos, graças à tecnologia cloud e à forma como a mesma aumenta a qualidade dos dados e das análises. As empresas preparadas para o futuro apresentam uma maturidade impressionante (90%) no que diz respeito à adoção em grande escala de infraestruturas de cloud nos processos existentes. Além disso, mais de 78% das empresas acima referidas estão já a planear desenvolver novas soluções de cloud e maximizar o seu valor ao longo dos próximos três anos. Graças aos serviços de cloud disponíveis atualmente, as empresas têm a possibilidade de adquirir gradualmente o hardware e software e de ajustar os recursos de acordo com as necessidades
  3. Saber como alcançar rapidamente os vários níveis de maturidade
    A preparação para o futuro requer um modelo operacional flexível caracterizado por um conjunto otimizado de equipas multidisciplinares e por tecnologias que estejam sempre disponíveis num amplo ecossistema de parceiros. O objetivo é a obtenção de resultados comerciais excecionais em grande escala, em qualquer local e a qualquer hora.As parcerias com os membros do ecossistema disponibilizam profissionais com competências complementares e dados mais diversificados que fomentam uma evolução contínua, em vez de melhorias num único projeto, e que possibilitam o acesso a tecnologias avançadas, tais como a IA e o blockchain. E também promovem a inovação. As parcerias que assentam em visões comuns e em acordos comerciais vantajosos para ambas as partes ajudam a criar valor e experiências transformadoras.

Processos inteligentes: melhor execução e maior escala

O processo de preparação para o futuro com recurso a operações inteligentes não é simples. E também não é igual para todos.

Chegou a altura de entrar no mundo das operações inteligentes. Use dados de alta qualidade e diversos para extrair mais insights. Escale a automação e a força de trabalho integrada por humanos e máquinas. Coloque a cloud no core da sua empresa. E colabore com outros, promovendo uma relação ecossistémica que lhe permita ser mais ágil e resiliente.

A nossa pesquisa mostrou que se acelerar o processo, as suas operações podem se tornar verdadeiras catalisadoras de vantagem competitiva. E, pelo caminho, poderá elevar as suas decisões de negócio para obter valor e crescimento tangíveis, sustentáveis e transformadores.

Manish Sharma

Group Chief Executive – Operations


Kaushal Mody

GROWTH AND STRATEGY LEAD – ACCENTURE OPERATIONS

MAIS SOBRE ESTE TEMA

Estar preparado faz toda a diferença
Continuidade em tempos de crise: serviços eficazes durante a COVID-19

Documentos de Suporte

30 minutos de leitura

Fast-track to Future ready

O novo estudo mostra que intelligent operations aumentam a rentabilidade e a eficiência.

VER RELATÓRIO COMPLETO
SUBSCRIÇÃO
Mantenha-se informado com a nossa newsletter Mantenha-se informado com a nossa newsletter