Skip to main content Skip to Footer

ÚLTIMOS ESTUDOS


Fjord Trends

A visão do futuro dos negõcios, technologia e design

Fjord Trends 2018

O Mundo Físico Contra-ataca

>

As organizações devem criar novos serviços profundamente integrados com o mundo físico.

Computadores com visão

>

Com a integração de câmaras numa série de dispositivos, as organizações vão ter a oportunidade de criar serviços digitais com maior valor acrescentado.

Escravos dos algoritmos

>

Indiferentes aos esforços convencionais da marca, os algorítmos desempenham um papel de gatekeeper cada vez mais determinante na relação entre marca e consumidor.

Máquinas que procuram significado

>

Tanto a inteligência artificial como os robôs são muitas vezes vistos como uma ameaça. As organizações devem unir o potencial de pessoas e máquinas, permitindo que tirem o máximo partido entre si.

Confiança na transparência

>

A diminuição de confiança nas principais instituições tem vindo a agravar a questão da autenticidade. A tecnologia blockchain apresenta-se como uma potencial solução para esta crise de confiança.

Economia ética

>

As organizações têm vindo a assumir posições políticas sobre questões de preocupação pública – motivados pelas expetativas dos seus clientes e dos seus colaboradores.

Design fora da zona de conforto

>

O design tem sido continuamente desafiado pela proliferação do design thinking, pela crescente procura de economias de escala e ainda pelo potencial de tecnologias emergentes.

 

O MUNDO FÍSICO CONTRA-ATACA

Nos últimos 5 anos tem sido dado grande ênfase à criação de experiências digitais, levando as pessoas a passar mais tempo a interagir através de dispositivos móveis do que pessoalmente. Esta crescente “dependência dos ecrãs” associada a custos reduzidos, vem potenciar uma nova tendência tecnológica. No entanto, um maior número de marcas essencialmente digitais tem vindo a reforçar a importância da presença física, ao mesmo tempo que se tira o máximo partido do digital e da informação, para proporcionar uma melhor experiência ao consumidor.


Recomendações Fjord

  • Considerar o Físico e o Digital como parte de um conjunto e não separadamente.
  • Deixar que a tecnologia inspire.
  • Aprofundar competências de design.

SAIBA MAIS


O Mundo Físico Contra-ataca

COMPUTADORES COM VISÃO

Computadores com visão

A digitalização tem tornado as câmaras mais inteligentes, quer em termos do que elas conseguem captar (com os seus olhos) quer em termos da utilidade que dão às imagens captadas (com o seu cérebro). As câmaras inteligentes conseguem assim captar data points e ler esta informação com visual data, que a analisa e transforma sem que sejam necessários inputs de texto. “Olhos” e “cérebros” mais perspicazes estão a tornar os computadores cada vez mais parecidos com os humanos, enquanto o custo relativo da tecnologia de câmara faz com que esta tecnologia possa ser integrada em qualquer dispositivo.


Recomendações Fjord

  • Repensar os serviços
  • Repensar a abordagem à informação
  • Repensar o contexto de design

SAIBA MAIS

 

ESCRAVOS DOS ALGORITMOS

Com a emergência de novas plataformas – messaging, chatbots, voz – potenciada pela Inteligência Artificial, os consumidores dispõem de novas formas de explorar os mecanismos de pesquisa. À medida que os algoritmos responsáveis pelo funcionamento destas plataformas se tornam cada vez mais poderosos, o seu impacto no marketing tem crescido exponencialmente. No entanto, os algoritmos não dão conta, nem tão pouco se interessam pelos esforços tradicionais da marca, patrocínios de celebridades ou campanhas publicitárias. Assim sendo, e sem a existência de um espaço físico, como poderão as marcas interagir com os seus clientes de forma eficiente?


Recomendações Fjord

  • Conhecer os atuais intermediários
  • Adaptar-se ao novo contexto de marketing
  • Antecipar eventuais reações negativas

SAIBA MAIS

 

Escravos dos algoritmos

MÁQUINAS QUE PROCURAM SIGNIFICADO

Máquinas que procuram significado

Existe uma preocupação crescente relativa aos postos de trabalho que serão substituídos ou tornados obsoletos pelos robôs. Porém, esta preocupação não reflete o verdadeiro impacto que a Inteligência Artificial e a machine learning terão no mercado de trabalho. Apesar de alguns postos de trabalho serem substituídos, novos postos serão criados. Para além disso, percecionadas como um outro tipo de utilizador, as máquinas são cada vez menos vistas como concorrentes dos humanos, mas sim como parceiras com as quais se devem criar sinergias.


Recomendações Fjord

  • Pensar de forma cooperativa, e não competitiva
  • Promover interação
  • Ser transparente, ser inclusivo
  • Preparar a evolução da força de trabalho

SAIBA MAIS

 

CONFIANÇA NA TRANSPARÊNCIA

A confiança que as pessoas depositam nas principais instituições tem vindo a cair. Facilitando o acesso à origem de uma determinada informação, a tecnologia blockchain surge assim como uma solução para esta quebra de confiança. É por isso que esta mesma tecnologia tem vindo a ser cada vez mais utilizada em instituições financeiras e noutras indústrias. A blockchain vem inspirar e potenciar a nova geração de serviços digitais.


Recomendações Fjord

  • Agir agora
  • Promover confiança
  • Estar recetivo a colaborar

SAIBA MAIS

 
Confiança na transparência

ECONOMIA ÉTICA

Economia ética

As organizações têm vindo a perceber que não podem simplesmente dedicar-se às questões tradicionais de Responsabilidade Social Corporativa e tomar uma atitude meramente reativa. Mais recentemente, os consumidores têm exigido que as marcas participem de forma exemplar e assumam rapidamente os seus próprios erros. Esta mudança coincide com a diminuição de confiança das pessoas, tal como da credibilidade dos governos, constituindo por sua vez uma oportunidade para as organizações assumirem um papel mais relevante na sociedade.


Recomendações Fjord

  • Autoavaliar questões éticas
  • Definir a personalidade e propósito
  • Partilhar objetivos

SAIBA MAIS

 

DESIGN FORA DA ZONA DE CONFORTO

A proliferação de design thinking tem vindo a dissipar a fronteira entre iniciados e especialistas, e a crescente procura por produtos que possam rapidamente atingir economias de escala tem destruído a criatividade inerente ao design. Como consequência, são criados produtos que falham a nível de simplicidade, elegância e personalidade, características que deveriam constituir a vantagem competitiva do design. Adicionalmente, o impacto da mobilidade e das plataformas sociais no design são demasiado vinculativos na sua abordagem, levando a uma grande falta de inovação estética.


Recomendações Fjord

  • Dar espaço aos designers para desempenharem a sua função
  • Criar equipas multidisciplinares
  • Responsabilizar os designers pelo seu trabalho

SAIBA MAIS

Design fora da zona de conforto




CONTEÚDO SUGERIDO