João Coelho

Analyst, Accenture Strategy & Consulting

Lisboa, Portugal


"Tem sido uma experiência positiva, onde me tenho cruzado com pessoas extraordinárias e muito focadas."

O meu percurso

Entrei na Accenture há um ano, na fase final do meu mestrado em Engenharia Eletrótecnica e de Computadores, através da AI Academy na vertente de Data Science. Como Data Scientist Analyst estive envolvido em dois projetos diferentes, em áreas de negócio distintas.

Tem sido uma experiência positiva, onde me tenho cruzado com pessoas extraordinárias e muito focadas, que me têm ajudado a crescer pessoal e profissionalmente, e com projetos tanto desafiantes como interessantes.

Um dia na minha vida

Como Data Scientist, o meu dia-a-dia gira à volta de dados. Com os dados que o cliente fornece, tanto posso estar a desenvolver modelos preditivos que indiquem, por exemplo, clientes (do cliente) mais propensos a adquirir determinado produto/serviço, para ajudar campanhas de marketing; desenvolver indicadores que ajudem nas tomadas de decisão do cliente; segmentar clientes (do cliente) para, por exemplo, identificar perfis de consumo/utilização de produtos/serviços. Como os modelos também perdem performance com o tempo, a manutenção dos mesmos também é uma das minhas responsabilidades.

Nestes desenvolvimentos, utilizo a ferramenta que tenho à disposição. Seja ela qual for, desde Python a SAS, passando por R e até Excel.

E como consultoria é tudo menos sinónimo de monotonia, neste momento estou inserido num projecto de Big Data, a ajudar no desenvolvimento de uma plataforma onde são agregados e, convenientemente, armazenados todos os dados, de várias fontes, de um grande cliente de telecomunicações. Este é outro grande desafio visto que foi o meu primeiro contacto direto com Data Engineering e com todo o processo de construção e manutenção de uma plataforma deste género.

"E como consultoria é tudo menos sinónimo de monotonia, neste momento estou inserido num projeto de Big Data."

O meu conselho

“Somos agnósticos à tecnologia”. Confesso que sou viciado em Python e, por mim, não usava outra tecnologia. No entanto, em consultoria, grande parte das vezes não és tu que escolhes a ferramenta que vais utilizar e é com muita frequência que novas tecnologias aparecem. Como tal, mais importante que saber trabalhar muito bem uma ferramenta, é teres a capacidade e predisposição para aprender outra qualquer ferramenta, caso seja necessário. E não tenhas medo de não saber e perguntar. Também é para isso que a equipa existe. E pela experiência que tenho, ninguém vai hesitar em ajudar-te! E é o conselho que te deixo: predispõe-te a aprender e não hesites em perguntar!

Trabalhos como o meu

Publicado há mais de um mês

Portugal Lisbon

Outsystems Developer

Software Engineering

Publicado 1 dia decorreu

Publicado 12 dias decorreram

Mantém-te em contacto

Junta-te a nós

Procura oportunidades de acordo com as tuas competencias e preferências. Procuramos uma equipa com pessoas curiosas, criativas e com foco na solução.

Amplia o teu conhecimento

Acede a dicas de carreira, artigos interessantes, perspetivas internas e conhecimento de indústria de pessoas que trabalham na Accenture e que podes colocar em prática.

VER TUDO