RELATÓRIO DA PESQUISA

Resumo

Resumo

  • Os bancos precisam acelerar sua jornada rumo ao digital para sobreviver às ameaças que o futuro apresenta.
  • Os bancos com foco digital se beneficiaram das avaliações de mercado que, em média, foram 18% maiores do que seus concorrentes menos digitalizados em 2019, e 27% maiores em 2020.
  • Falta habilidade aos bancos para escalar 6 das 8 características que medem a maturidade do modelo operacional.
  • Há três maneiras de os bancos acelerarem sua mudança para operações “future ready” e superar as demandas do mercado.


Preparando-se para o futuro volátil do setor bancário

Os bancos sempre estiveram comprometidos em melhorar a eficiência de suas operações e, na maioria das vezes, seu progresso foi constante. Por muito tempo, isso foi suficiente.

Mas, recentemente, as expectativas dos clientes e os requisitos regulatórios crescentes, inovações impulsionadas pela tecnologia e o advento de novos concorrentes agressivos (para não mencionar as demandas operacionais da Covid-19), expuseram que a evolução operacional dos bancos está ficando para trás em relação a outros setores.

Os bancos devem se tornar mais ágeis e resilientes para lidar com as ameaças que o futuro apresenta, sejam elas na forma de ressurgimento de uma pandemia, uma crise financeira ou um ataque cibernético.

Uma estratégia de transformação impulsionada pelo poder de injetar inteligência e recursos digitais em suas operações, através de tecnologia, processos e pessoas, é essencial para que os bancos se mantenham competitivos.

Qual é a vantagem de ser um banco pronto para o futuro?

Os bancos com foco digital se beneficiaram das avaliações de mercado que, em média, foram 18% maiores do que seus concorrentes menos digitalizados em 2019, e 27% maiores em 2020.

Relação entre preço e valor contábil

Focado no digital, ativo digital, demais bancos. Nota: Valores calculados como média simples de 97 bancos com dados P/BV em todos os períodos. Source: Accenture Research on S&P Capital IQ data.

Na verdade, nos últimos oito anos, esses bancos conseguiram reduzir seus custos mais do que aqueles que demoraram a embarcar em sua jornada rumo a um modelo operacional digital.

Além do mais, sua receita sobre ativos não apenas foi maior, mas foi menos reduzida do que a de seus concorrentes menos digitalizados. A melhoria do custo, combinada com sua vantagem de receita, significa que eles conseguiram aumentar a receita operacional por dólar de ativo, saltando de 1,22 em 2011 para 1,47 em 2019.

Lucro operacional em % dos ativos 2011 e 2019.

Lucros operacionais como % dos ativos em 2011 e 2019. Receitas em % dos ativos. Custos em % dos ativos.

Mudança para um modelo operacional de banco digital

Em um estudo recente, descobrimos que, embora a maturidade do modelo operacional esteja avançando entre as organizações de todos os setores, os bancos estão progredindo mais lentamente do que a maioria. Nossa pesquisa e experiência revelam quatro níveis de maturidade operacional: estável, eficiente, preditivo e pronto para o futuro. Cada nível é fundamentado e habilitado por tecnologia, talento, processos e insights de dados cada vez mais sofisticados.

Organizações que alcançam um alto nível de maturidade tornam-se “prontas para o futuro”. Elas estão totalmente focadas na transformação digital (ou seja, com foco digital) e ganham a agilidade e a resiliência necessárias para prosperar em meio à incerteza. Elas também, provavelmente como resultado, alcançam avaliações de mercado mais altas e obtêm mais lucro.

Os bancos não conseguiram escalar nas principais áreas de inovação

Leve em consideração como medimos a prontidão para o futuro e por que isso é importante. Estar preparada para o futuro reflete a capacidade de uma organização de escalar oito características de maturidade do modelo operacional. Faltam sete dessas características para o setor bancário. Nossa pesquisa sugere que os desafios da tecnologia estão impedindo os bancos de alcançar a transformação operacional. Isso é verdade principalmente em áreas como inteligência artificial (IA), análise e automação, cada uma das quais complementaria os fortes recursos de dados bancários.

​​Características da maturidade do modelo operacional

Características de maturidade do modelo operacional. Atualmente em amplo uso ou em escala (Bancos). Atualmente em amplo uso ou em escala (Todos os setores).

Conhecimento é poder

Então, como os bancos podem se esforçar e evoluir rapidamente em direção a um patamar “future ready”?

01. Conhecer o objetivo final

Os bancos que usam escala e intelligent operations podem melhorar as experiências do cliente e os resultados dos negócios. Saiba mais.

02. Conhecer as principais etapas

Automatizar em escala, aumentar o talento humano com tecnologia e aproveitar o poder da nuvem para transformar a curva de custos. Saiba mais.

03. Saber como progredir nos degraus da maturidade

Aproveitar o poder de construir relações ecossistêmicas para decidir “fazer ou comprar”. Saiba mais.

Veja todas

A opção pela mudança

Os bancos não podem se dar ao luxo de manter seu status quo operacional. Muita coisa está mudando muito rápido para eles.

Para acompanhar o que está acontecendo do lado de fora - nos mercados, com a tecnologia e os clientes - eles precisam desenvolver o que está acontecendo no seu interior. Com intelligent operations, os bancos podem obter todo o valor do banco digital: reduzindo custos, aumentando a resiliência e levando a experiência do cliente ao próximo nível. Quanto mais eles incorporam inteligência em suas operações, melhor posicionados estarão para superar a incerteza e atender às aspirações futuras de desempenho.

Este é o momento de mudar para intelligent operations. Veja como:

  • Pense grande e vá além da mudança incremental, porque a maturidade digital nas operações pode ser um fator fundamental para o lucro
  • Melhore a intuição com dados diversos e da mais alta qualidade
  • Escale a automação e analytics, inteligência artificial e soluções integradas com as melhores práticas
  • Estimule uma força de trabalho especializada humano+máquina
  • Coloque a infraestrutura de nuvem no coração
  • Construa relacionamentos complementares com terceiros e ecossistemas

Trata-se de alcançar novos níveis de maturidade operacional para escolher de forma mais inteligente, agir mais rápido e vencer antes. É sobre como se preparar para o futuro.

Reinventar operações bancárias para crescer mais

Um banco europeu usou automação, análise e talentos para cortar custos operacionais em 20-30% - liberando recursos para reinvestir. Saiba mais.

O futuro do financiamento de automóveis

Um banco global reinventou seu processo de empréstimos para automóveis, aumentando as vendas em 50% e reduzindo os custos totais. ​Saiba mais.

Torne-se um credor lucrativo pronto para o futuro

Um banco norte-americano mudou as práticas de empréstimo para reter clientes, economizando US$20 milhões e evitando US$2 bilhões em risco. Saiba mais.

Veja todas

Roberto Pagella

Managing Director – Accenture Operations, EALA Banking Lead


Venkatraman (Ram) Iyer

Managing Director – Accenture Operations, Global Banking Operations Offering Lead

MAIS SOBRE ESTE TEMA

Fast-track to future-ready performance
Banco com objetivos específicos conquistam confiança

Materiais essenciais

Leitura completa

15 minutos de leitura

Setor bancário pronto para o futuro

A Accenture entrevistou executivos de bancos em todo o mundo para entender como eles veem sua jornada para a maturidade operacional.

VEJA O RELATÓRIO COMPLETO
CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter