RELATÓRIO DA PESQUISA

Resumo

Resumo

  • Soluções em nuvem permitem que as indústrias obtenham benefícios em torno da redução de custos, flexibilidade e novos recursos digitais e inteligentes.
  • As empresas que buscam aproveitar ao máximo tudo isso provavelmente terão que repensar suas estratégias de gerenciamento das operações e manufaturas.
  • Este guia da Accenture tem como objetivo fornecer aos executivos dicas sobre a melhor forma de iniciar este exercício e garantir o sucesso na nuvem.


As três chaves para o sucesso na nuvem

A nuvem é muito mais do que um data center virtual: habilita componentes de software que podem ajudar as empresas a aumentar a eficiência dos negócios e otimizar as operações de TI - se forem planejadas, implementadas e executadas da maneira certa.

Então, como as indústrias podem garantir que estão migrando para a nuvem dessa forma?

Nosso guia descreve três etapas principais:

  1. Defina seus objetivos de negócios: crie clareza sobre como, exatamente, você espera que as soluções em nuvem maximizem a eficiência dos negócios. A ideia aqui é que a nuvem não deve simplesmente fornecer uma nova maneira de provisionar recursos de TI - mas permitir melhores maneiras de operar.
  2. Esclareça suas expectativas de TI: Em seguida, defina claramente quais tipos de benefícios de TI otimizar. Sua lista pode incluir coisas como pegadas de infraestrutura de TI reduzidas em sites de manufaturas, melhores taxas de preço para desempenho devido à flexibilidade de escalonamento de soluções em nuvem, melhores recursos de recuperação de desastres e automação.
  3. Priorize a segurança na nuvem: Por fim, defina sua estratégia, governança e infraestrutura de segurança na nuvem. Tendo em vista como suas soluções em nuvem se conectarão à infraestrutura de tecnologia operacional (OT) e de tecnologia da informação (IT) crítica para os negócios, tê-los no lugar é uma obrigação.

Como executar sua estratégia de nuvem

Depois que a empresa delineou seus objetivos de nuvem e estratégia de alto nível para as operações e manufaturas, é hora de começar a planejar a execução. A melhor maneira de fazer isso é revisar completamente o portfólio existente de aplicativos de manufatura e operação da empresa - uma excelente oportunidade para eliminar o "débito técnico".

Muitas vezes, haverá alguns sistemas que não devem ser movidos para a nuvem - como soluções que chegam ao fim de seu ciclo de vida, sistemas legados que não são mais relevantes para o negócio ou sistemas de missão crítica específicos da planta que funcionam em locais remotos sem redes fortes.

Mas os revisores também encontrarão aplicativos que são muito adequados para hospedagem em nuvem (seja privada ou pública) e provavelmente identificarão oportunidades organizacionais e de negócios inteiramente novas.

A nuvem é muito mais do que um data center virtual: ela permite componentes de software que podem ajudar empresas a aumentar a eficiência dos negócios e otimizar as operações de TI - se forem planejadas, implementadas e executadas da maneira certa.

Os resultados desta revisão irão ajudá-lo a mapear a infraestrutura habilitada para nuvem que é a mais adequada para suas necessidades de negócios, segurança e confiabilidade, e permitir que você planeje e execute as próximas etapas principais em sua jornada para a nuvem:

  1. Definir o escopo da migração
  2. Otimizar para "drop-and-shop" vs. "lift-and-shift"
  3. Evitar o "zoológico PoC" (e priorizar a escala)
  4. Definir seu modelo de sourcing
  5. Considerar as necessidades de portabilidade, e
  6. Criar seu modelo operacional

Então, quando começar?

Acreditamos que a hora é agora.

Se sua empresa está enfrentando mudanças abruptas nas condições de negócios - saída do data center, fusões, expansões greenfield ou alienações, por exemplo - ou você está buscando programas de melhoria contínua (lean, six-sigma, entre outros), a nuvem ajudará a melhorar seus resultados.

O mesmo é verdade para os fabricantes que embarcam em uma transformação digital em maior escala - eles também devem tirar proveito da nuvem como um portal para acessar a tecnologia necessária para implementar as novas formas de trabalho.

Se você estiver interessado em seguir esta recomendação, leia nosso guia de manufaturas e operações habilitadas para a nuvem ou entre em contato com nossos especialistas diretamente (veja a barra lateral direita).

Sobre os autores

Thiago Martins

Managing Director – Industry X, Manufacturing Execution Systems Lead, North America


Maikel van Verseveld

Managing Director – Industry X, Digital Manufacturing & Operations, Technology Global Lead


Pascal Brosset

Managing Director – Industry X, Production & Operations Global Lead


Robert Pinkham

Managing Director – Industry X, Cloud Lead, North America


Renato Improta

Líder de Industry X, Accenture Latam


Carlos Boechat

Diretor E Líder De GTM Para Industry X Na América Latina


Constantino Seixas

Industry X – Digital Manufacturing & Operations Latam Lead


Eduardo Vitiello

Diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios

MAIS SOBRE ESTE TEMA

Cloud Ascent
O imperativo da nuvem para empresas industriais
Transformação da cadeia de suprimentos na nuvem

CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter