RELATÓRIO DA PESQUISA

Resumo

Resumo

  • Pesquisa da Accenture mostra que as empresas que otimizam como e onde gastam seu dinheiro podem gerar quatro vezes mais valor do que seus concorrentes.
  • Closed Loop Spend Management (CLSM) ajuda a impulsionar transformação de ponta a ponta em categorias de custos diretos e indiretos.
  • CLSM pode ajudar companhias a acelerar inovação e alcançar e sustentar valor adicional, enquanto atendem à condição de empresas mais responsáveis.


A nova realidade da gestão de gastos

Companhias em todo o mundo sofrem com incerteza econômica, contínuas disrupções do supply chain e, em muitos casos, com o declínio abrupto das receitas.

Estes fatores convergentes agravam a pressão sobre as empresas para que aumentem drasticamente a resiliência de suas cadeias de valor—para responderem melhor às futuras disrupções, e assim reforçarem receitas e eliminarem custos que não entreguem valor.

Como guardiãs das relações de uma empresa com terceiros, as áreas de procurement estão em posição exclusiva para influenciar uma ampla gama de alavancas de valor, enquanto ajudam a empresa a crescer e melhorar a resiliência e responsabilidade. Exemplo: a base de fornecimento de uma empresa, que influencia a habilidade de supply chain para acompanhar oscilações na demanda e reagir a disrupções. Procurement também é crucial para a responsabilidade corporativa. Uma empresa pode ser bem-sucedida na contenção de emissões de CO2 ou em garantir inclusão e diversidade, mas e quanto aos seus fornecedores? A área de compras pode usar sua influência para incorporar responsabilidade e sustentabilidade ao abastecimento.

Mas à medida que seu escopo se amplia, procurement ainda precisa cumprir seu papel principal: gerir custos. E conforme muitas empresas já descobriram, gestão eficiente de despesas não pode ser feita apenas com medidas tradicionais de corte de gastos, que muitas vezes negligenciam oportunidades e raramente geram economia sustentável e duradoura.

Otimização de gastos com Closed Loop Spend Management

Qual a solução? Closed Loop Spend Management (CLSM - gestão de ciclos de gastos fechados, em tradução livre), uma abordagem mais proativa para gerenciar gastos com terceiros. CLSM provê visibilidade e análises e instala a infraestrutura para ajudar a sustentar economia de custos e construir resiliência e responsabilidade no longo prazo.

CLSM é projetada para ajudar a impulsionar transformação de ponta a ponta e alcançar e sustentar valor adicional. Essa abordagem acelera a exclusão de custos com um mindset base zero, destrava valor com insights baseados em dados, torna responsabilidade e sustentabilidade parte do DNA de uma companhia, posiciona empresas para crescimento duradouro e as prepara para o futuro.



O CLSM beneficia as empresas de cinco maneiras principais:

Acelerar exclusão de custo com um mindset base zero

Em tempos de disrupção do mercado, empresas precisam preservar a liquidez de caixa. CLSM utiliza analytics, inteligência de mercado proprietária e ações em equipe para identificar e ajudar a executar conquistas rápidas a fim de otimizar gastos e reinvestir o valor obtido na organização.

Destravar novos valores com insights baseados em dados

Na experiência da Accenture, companhias podem gerar novos valores por meio de inovação na gestão de despesas. CLSM extrai economias de gastos diretos e indiretos, enquanto otimiza estoques e conecta processos ao optar por um modelo operacional de procurement baseado em dados - que impulsionam projetos transformacionais duradouros.

Tornar a responsabilidade parte do DNA de uma empresa

CLSM incorpora práticas responsáveis a procurement - para que o abastecimento seja sustentável por definição. Provê visibilidade para fatores éticos, neutralidade em carbono, soluções de economia circular, reduz desperdício e risco e considera impactos sociais. Assim, as empresas podem implantar cadeias de valor transparentes.

Gerir mudanças eficazes para crescimento duradouro

As companhias dispõem de poucos recursos para fazerem muitas, urgentes e importantes mudanças. CLSM dá aos líderes controle absoluto sobre quão rápido e em que grau eles transformam suas operações e implementam a mudança organizacional para ajudar a alcançar seus objetivos de crescimento duradouro.

Preparar a empresa para o que vem a seguir

Para serem future-ready, as empresas precisam trabalhar de forma mais enxuta, inteligente, flexível e colaborativa. CLSM emprega um modelo humano+máquina para automação, tomada de decisão baseada em dados e operações perfeitas.

Veja todas

De acordo com a pesquisa, 7% das empresas já estão utilizando advanced analytics para guiar suas decisões, porém 44% acreditam que enfrentarão barreiras em relação aos skills de sua força de trabalho.

A Accenture desenvolveu um modelo robusto, ágil e iterativo para ajudar companhias a implementar uma abordagem CLSM e começar a gerar valor em poucas semanas e a sustentá-lo no longo prazo. Esse modelo inclui dois elementos cruciais: transformação dos gastos e novas formas de trabalhar.

O ambiente atual nos ensinou: o que é "normal" agora é completamente diferente do que era há um ano, e as companhias precisam reagir de acordo com isso.

Transformação dos gastos: otimizar o valor de procurement

O modo como uma empresa gerencia gastos diretos e indiretos foi historicamente o foco prioritário das áreas de procurement - em algumas companhias, procurement ainda se concentra em cuidar de "valor empenhado" nos gastos com terceiros. Em outras palavras, procurement negocia os melhores termos possíveis com os fornecedores, prepara os respectivos contratos e canais de compra e confia que a empresa os use adequadamente.

Algumas organizações de procurement visionárias foram além do "compromisso com valor" e estão trabalhando próximo à área financeira para gerenciar proativamente os gastos da companhia. Mas essa abordagem ainda deixa valor sobre a mesa, porque compras permanece focada em preço, o que representa apenas uma das muitas alavancas que afetam valor.

Para dar o próximo passo nessa evolução, procurement precisa identificar a gama completa de oportunidades para remover custos que não estejam criando valor e aplicar uma perspectiva base zero (ZBx) a todas as despesas da empresa junto a terceiros.

Com ZBx, a companhia esquece o passado e reimagina sua base de custos não do que era ou é, mas do que deveria ser se ela estivesse começando do zero - e então usa o resultado das economias para bancar investimentos em inovação, capacidades diferenciadas e atividades específicas que impulsionem crescimento..

Novas formas de trabalhar: otimizar a organização

Esta transformação depende da reunião de procurement, finanças e do negócio para colaborar, comunicar e tomar decisões baseadas em insights sobre a gama completa de oportunidades de economia de custos. Ao fazer isso, "fecha-se o ciclo" com atividades de planejamento e orçamento e garante-se que procurement seja parte essencial de todas as decisões de compras. .

Novas ferramentas digitais e as habilidades para usá-las são cruciais para o sucesso desta mudança: analytics, automação inteligente, IA e outras tecnologias de ponta oferecem uma ampla gama de novas capacidades. Muitos papéis de procurement precisarão evoluir para incluir análises e interpretação de dados. Implantar novas competências e possivelmente recrutar novas capacidades será essencial para sustentar as novas formas de trabalhar.

Essa transformação também vai requerer forte suporte vindo de cima. Executivos sêniores necessitam reforçar a mensagem de que CLSM é um processo longo e recorrente, que se torna enraizado na cultura da companhia e é uma ferramenta para tomada de decisão e gestão, que oferece visibilidade para ajudar a alinhar um departamento em torno das prioridades nas quais irá investir.



Uma abordagem transformadora para abraçar a mudança

Novas realidades chamam novas ideias, novas formas de trabalhar e novas respostas. Nestes tempos de disrupção, as companhias precisam ser mais ágeis, resilientes e responsáveis.

Ao reunir as áreas de procurement, finanças e de negócio - com plena visibilidade sobre gastos e a base de suprimento -, CLSM pode ajudar companhias a acelerar inovação e crescer em tempos de incerteza, enquanto atende ao chamado por operações e supply chains mais ágeis e sustentáveis.

Não existe caminho de volta—somente pra frente, para abraçar a mudança com uma abordagem transformadora.

Ao reunir as áreas de procurement, finanças e de negócio - com plena visibilidade sobre gastos e a base de suprimento -, CLSM ajuda companhias a acelerar a inovação e crescer, enquanto atende ao chamado por mais agilidade e sustentabilidade.


Sobre os autores

Ramon Colomina

Managing Director – Strategy & Consulting, Supply Chain & Operations, North America


Amaury Reychler

Managing Director – Strategy & Consulting


Chad Gottesman

Managing Director – Operations, Procurement Business Process Services


Justin Keeble

Managing Director – Strategy & Consulting, Sustainability Strategy Lead, Europe


Robert Fuhrmann​

Managing Director – Strategy, Supply Chain, Operations & Sustainability, Sourcing and Procurement Lead, North America


Vivek Luthra

Managing Director – Strategy & Consulting, Supply Chain & Operations and Industry X, Growth Markets

MAIS SOBRE ESTE TEMA

Fechando o loop de procurement
COVID-19: Redirecione sua cadeia de suprimento para a resiliência
Protegendo a cadeia de suprimento

Conheça o time

CENTRAL DE ASSINATURAS
Continue informado com nossa newsletter Continue informado com nossa newsletter