Skip to main content Skip to Footer

ÚLTIMOS PENSAMENTOS


Sucesso na volatilidade: Estudo das Principais Tendências para Operações Globais

Conheça as melhores práticas de supply chain para apoiar a gestão de risco, análise de big data e crescimento em mercados emergentes.

VISÃO GERAL

Proporcionar crescimento sustentável e rentável na economia inconstante de hoje é uma tarefa difícil. Acreditamos que uma cadeia de suprimento ágil e superior é imprescindível para garantir a habilidade da empresa de gerir operações globais diante da volatilidade da demanda e de suprimentos, e desenvolver novos produtos e serviços.

Como as empresas constroem essas cadeias de suprimento? Para descobrir isso, a Accenture conduziu uma pesquisa chamada Principais Tendências para Operações Globais (em inglês, Global Operations Megatrends), com mais de 1.000 executivos seniores em grandes empresas multinacionais. O estudo explorou como os líderes operacionais lidam com três importantes dimensões de seus negócios.

  • Gestão de risco em supply chain

  • Análise de big data

  • Crescimento em mercados emergentes

A pesquisa mostrou uma série de práticas que distinguem esses líderes dos de outras empresas. Os executivos que usam essas práticas para aumentar o retorno sobre seus investimentos em gestão de risco proporcionam mais benefícios com suas análises de big data e conseguem crescimento e sucesso superiores nos mercados emergentes que escolheram.

CONCLUSÕES-CHAVE

O que os executivos têm a dizer sobre a gestão de risco, a análise de big data e o crescimento em mercados emergentes?

  • Dê alta prioridade à gestão de risco ao desenhar e operar as cadeias de suprimento. Dos entrevistados, 76% consideram a gestão de risco de operações importante ou muito importante na hora de lidar com os riscos da cadeia de suprimento e 61% dizem que a gestão de risco é obrigatória e estratégica.

  • Inclua a análise de big data nas operações do dia a dia. Mais de um terço dos executivos pesquisados estão envolvidos em conversas sérias sobre a implementação de analytics nas cadeias de suprimento. Três em cada 10 já iniciaram o processo. É seis vezes mais provável que os líderes informem um aumento da eficiência em supply chain de 10% ou mais.

  • Conduza um crescimento mais forte nos mercados emergentes. Quase todas as empresas pesquisadas apresentaram crescimento nos mercados emergentes nos últimos três anos. É duas vezes mais provável que os líderes digam que a cadeia de suprimento os ajudou a alcançar mais de 20% de crescimento nos mercados emergentes.

RECOMENDAÇÕES

Três práticas distinguem os líderes com ROI superior a 100% na gestão de risco da cadeia de suprimento:

  • Dar alta prioridade à gestão de risco na cadeia de suprimento.

  • Centralizar a responsabilidade pela gestão de risco em supply chain.

  • Investir muito na gestão de risco da cadeia de suprimento com atenção específica na visibilidade e na análise de dados end-to-end.

Três práticas permitem que empresas líderes proporcionem mais benefícios com seus investimentos em análise de big data:

  • Desenvolver uma robusta estratégia empresarial de análise de big data para conduzir o valor do negócio.

  • Incorporar a análise de big data no dia a dia das operações de supply chain para melhorar o processo de tomada de decisões.

  • Contratar talentos com uma mistura de grandes habilidades analíticas e conhecimento do negócio e do setor.

Quatro práticas na cadeia de suprimento correlacionam-se com o sucesso alcançado nos mercados emergentes:

  • Usar uma ampla mistura de abordagens operacionais para oferecer suporte a supply chain nos mercados emergentes.

  • Implantar uma estrutura complementar de baixo custo com atenção na qualidade e conhecimento do mercado para acessar novos mercados e oferecer diferenciação.

  • Empregar tecnologia para ajudar a aumentar a eficiência, a flexibilidade e a melhoria no processo decisório.

  • Investir nas operações de supply chain para acompanhar o ritmo das mudanças no mercado.