Skip to main content Skip to Footer

ÚLTIMAS IDEIAS


Novos modelos de crescimento no setor de serviços públicos

Na era digital, os serviços públicos conseguem traçar novos caminhos de crescimento e lucros.

VISÃO GERAL

Com as cadeias de valor tradicionais ameaçadas, os serviços públicos precisam adotar modelos digitais que otimizem processos e beneficiem os consumidores. A Accenture identificou três “forças” promissoras. As empresas do setor podem passar a:

  1. Emitir níveis menores de carbono ao aperfeiçoar o mix de fontes de energia.

  2. Aprimorar a plataforma de distribuição, atendendo à demanda com as fontes ideais de abastecimento.

  3. Integrar soluções de energia que ofereçam serviços inovadores, otimizando a produção e o consumo de energia.

Essas forças redefinem a cadeia de valor e norteiam o setor para um novo caminho de crescimento e lucros.

PRINCIPAIS CONCLUSÕES

A Accenture identificou cinco ameaças aos modelos de negócios tradicionais do setor de serviços públicos:

  • Tecnologias energéticas contribuirão para a redução de 15% na demanda de energia até 2025, subtraindo de US$ 61 a US$ 115 bilhões nas receitas das empresas de serviços públicos norte-americanas e europeias.1
  • Concorrentes incomuns têm inovado em diversas áreas. A concorrência mais acirrada será nas áreas de serviços de dados, soluções que vão além de medidores e geração distribuída.2
  • O desempenho dos custos das empresas de serviços públicos despencou. De 2005 a 2013, os custos para atender aos consumidores dos Estados Unidos subiram 109%.3
  • Os comportamentos e expectativas dos consumidores mudaram e são bastante influenciados pelas tecnologias digitais. Eles querem novos serviços e novas formas de interação com as empresas de serviços públicos.4
  • Os órgãos legislativos e reguladores reconhecem a necessidade de novidades para fomentar a eficiência, a conservação e a otimização dos sistemas.5

1 “Accenture Digitally Enabled Grid Research 2014: How Can Utilities Survive Energy Demand Disruption?,” Accenture, 2014, retrieved March 25, 2015 from http://www.accenture.com/us-en/Pages/insight-digitally-enabled-grid-utilities-survive-energy-demand-disruption.aspx
2 ibid
3 Capital IQ and Accenture Research analysis
4 “The New Energy Consumer: Architecting for the Future,” Accenture, 2014. Retrieved March 25, 2015 from http://www.accenture.com/SiteCollectionDocuments/PDF/Accenture-New-Energy-Consumer-Architecting-Future.pdf

RECOMENDAÇÕES

Para a Accenture, os serviços públicos devem considerar três "forças" para:

  • Emitir baixos índices de carbono – é necessário descentralizar o fornecimento para coordenar ativos, aperfeiçoar processos, gerir projetos de infraestrutura e otimizar investimentos.

  • Aprimorar a plataforma de distribuição – é necessário investir em redes inteligentes e tecnologias digitais que viabilizem análises de ativos, integração de armazenamento e trabalho de campo digital.

  • Integrar soluções de energia – é necessário construir uma marca sólida, estabelecer parcerias e implantar recursos digitais de interações multicanais, análises e coleta de informações de consumidores, gestão de fornecedores e contratos, marketing digital e prestação de serviços.


Autores