Skip to main content Skip to Footer

ÚLTIMOS PENSAMENTOS


Visão de TI no Atendimento à Saúde 2015

As 5 principais Tendências de Atendimento Eletrônico à Saúde que vão modificar a indústria

Visão geral

A tecnologia tem sido um recurso valioso na área da saúde, mas sua adoção tem sido mais lenta do que em outras indústrias. Agora, mais do que nunca, é fundamental adquiri-lá. A tecnologia se tornou uma ferramenta indispensável para transformar o engajamento do paciente, que permiti uma medicina personalizada e contribui para melhores resultados.

Os líderes de TI para saúde de hoje estão fazendo mais do que apenas falar sobre um bom jogo digital. Eles estão mudando, fundamentalmente, a maneira como a tecnologia é utilizada para a prestação de cuidados. Os consumidores, provedores e pagadores estão abraçando o poder transformador da tecnologia, e está valendo a pena em termos de eficiência e eficácia sem precedentes em todo o ecossistema.

A Visão de TI no Atendimento à Saúde 2015 da Accenture revela as cinco principais tendências: A Internet of Me, Resultado Econômico, A (R)evolução da Plataforma, Empresa Inteligente e Força de trabalho reimaginada. Esses tópicos provam, claramente, que o digital está influenciando drasticamente a indústria de hoje, e das próximas décadas.

Como resumir tudo? Não é apenas sobre você, ou eu, ou qualquer outra pessoa em particular. É sobre todos nós.

BAIXAR VISÃO DE TI NO ATENDIMENTO À SAÚDE 2015 INFOGRÁFICO [PDF]

Sobre Tecnologia Visão

A cada ano, o Tech Vision da Accenture aponta as tendências tecnológicas emergentes que impactarão as grandes empresas nos próximos cinco anos, com base nos nossos conhecimentos e pesquisas. O processo de pesquisa do Tech Vision 2015 começa com a contribuição do Conselho da Visão de Tecnologica, que é um grupo composto por executivos e empresários do setor público e privado, academicos, capital de risco e startups.

Entrevistamos mais de 100 technology luminaries, especialistas do setor e líderes empresariais da Accenture. Em seguida, reunimos ideias de mais de 1.700 pessoas da Accenture. Em paralelo, o Centro de Pesquisa da Accenture realizou um levatamento global com mais de 2.000 executivos de negócios e de TI em nove países e 10 indústrias para reunir insights sobre a adoção de tecnologias emergentes. Foram 101 executivos de saúde de nove países: Austrália, Brasil, China, França, Alemanha, Índia, África do Sul, Reino Unido e Estados Unidos.

Nosso time de experts em saúde:

image

Kaveh Safavi, M.D., J.D.

 

Líder global de Saúde da Accenture
Connect with Kaveh Safavi's Profile on LinkedIn. This opens a new window. Follow Kaveh Safavi on Twitter. This opens a new window.

Entre em contato pelo

Email health@accenture.com
America do Norte +1 (866) 476‑0730
Outros países +1 (312) 842‑6236
No Brasil +55 11 5188-3085

image

Rick Ratliff

 

Líder de saúde digital da Accenture
Connect with Rick Ratliff's Profile on LinkedIn. This opens a new window.

Tendência 1 - A Internet of Me

O cuidado personalizado da sua saúde

Com a digitalização de registros médicos e até mesmo novos hábitos cotidianos e experiências individualizadas de saúde estão nascendo. Bem-vindo à era da medicina personalizada.

Grande parte do apelo da Internet reside no poder pessoal que concede: "Meu” feed de notícias, "Meu” playlist, "Minha” Saúde, "Meu" fitness, "Meu" prontuário eletrônico ... e a lista continua.

Nos próximos dias, as experiências individuais de saúde serão ainda mais significativas e convenientes.

Tendência 2 - Resultado Econômico

O hardware produz resultados saudáveis

As verdadeiras disrupturas digitais na área da saúde é mais que tecnologia, é entrega de resultados.

Bem-vindo à Economia de Resultados.

A nova inteligência, em hardware e um monte de outras coisas, está preenchendo a última milha entre a empresa digital e o mundo físico. Ela está derrubando os muros de hospitais, escritórios e pagadores, e tornando-os acessíveis com um clique. Componentes de hardware altamente conectados estão ajudando os pagadores e provedores a dar aos consumidores o que eles querem: melhores resultados com maior comodidade.

A Internet das Coisas é desenterrar novas oportunidades para incorporar hardware e sensores em objetos do cotidiano. O hardware conectado está se tornando uma plataforma para o envolvimento do paciente e colaboração clínica, e está melhorando o acesso e facilidade para os consumidores de cuidados com a saúde.

Tendência 3 - A (R)evolução da Plataforma

Definição de ecossistemas, redefinição do atendimento à saúde

As organizações de saúde estão conquistando novos campos, graças a mobilidade e aos rápidos avanços na nuvem.

Enquanto a mobilidade permite o acompanhamento minuto a minuto da saúde e atividades físicas, é a plataforma que captura os dados de fontes diferentes, tais como wearables, telefones e glicosímetros, e quando disponibilizamos esses dispositivos em um único canal, entregamos ao paciente e ao cuidador uma visão em tempo real da saúde do paciente.

As novas plataformas em evolução compreendem a bem definida arquitetura, governança e serviços e são sustentados pelas mais recentes ferramentas sociais digitais, móveis, nuvem, Internet das Coisas, entre outros.

Na área da saúde, plataformas de prestação de cuidados vão evoluir, melhorar a capacidade de fornecer informações relevantes, acesso e controle aos consumidores e profissionais de saúde. Cuidados serão onipresente, a tecnologia pode preencher qualquer distância.

Tendência 4 - Empresa inteligente

Dados volumosos, sistemas mais inteligentes, melhor atendimento

Para uma indústria com utilização intensiva de dados, como cuidados com a saúde, software deve fazer mais do que aprender e se adaptar. Deve impulsionar a descoberta e a inovação por toda a empresa. Durante anos, as capacidades de expansão do software foram projetados, principalmente, para ajudar os funcionários a tomar decisões melhores e mais rápidas.

Sistemas clínicos e operacionais, registros de saúde eletrônicos e dispositivos de saúde ligados estão entre as fontes que têm contribuído para um crescente fluxo de dados. Esta explosão de informação, acompanhado por avanços na capacidade de processamento, análise de saúde e tecnologia cognitiva, está alimentando a inteligência de software. Agora, as coisas cotidianas, tais como dispositivos médicos e wearables, reconhece, "pensar" e responder em conformidade.

Maior excelência operacional e melhores resultados clínicos esperam aqueles que compreendem o potencial de cabeça.

Tendência 5 - Força de trabalho

Colaboração na interseção entre humanos e o atendimento à saúde

Como a revolução digital, os seres humanos e máquinas devem trabalhar juntas. A Saúde está começando a abraçar ambos os membros da equipe como críticos. Médicos e profissionais de saúde estão usando máquinas para ser mais eficiente, proporcionar um melhor atendimento e assumir tarefas cada vez mais complexas.

Os avanços na robótica ativa máquinas para comunicar com os seres humanos e também trabalhar lado a lado com elas. A tecnologia está aumentando o trabalho humano e melhora a eficácia dos cuidados na saúde. Ela fornece novos dispositivos médicos, permite novos tratamentos e procedimentos. É também a criação de uma mina de ouro de dados que podem desencadear avanços médicos e melhorar os planos de tratamento individualizado. A tecnologia pode até mesmo ajudar a gerenciar o risco por meio da monitorização e avaliação relacionadas com os sinais vitais de um paciente e adesão a ordens dos riscos médicos.

Os pacientes estão tendo mais poderes, com mais informação e ferramentas para gerenciar sua saúde. A Saúde também é mais acessível aos pacientes, como diagnósticos digitais pode servir aqueles que não podem chegar a um consultório médico. Os consumidores estão cada vez mais engajados em sua própria saúde, tendo como tarefas atualizar seu registro médico eletrônico e utilizando ferramentas digitais produtivas para a tomada de decisão autoguiada ou o agendamento de consultas. Inovações que mudam de trabalho com o fornecedor para o paciente ou de pessoas à tecnologia, podem ajudar a controlar os custos crescentes dos cuidados de saúde.

Infográfico