Skip to main content Skip to Footer

ÚLTIMOS ESTUDOS


Fjord trends

A look at what's ahead for the future of business, technology and design

Fjord Trends 2018

O MUNDO FÍSICO REVIDA

>

As organizações devem criar novos serviços integrados ao mundo físico.

COMPUTADORES TÊM OLHOS

>

As organizações podem se beneficiar das câmeras integradas a uma variedade cada vez maior de dispositivos, para criar novos serviços digitais.

ESCRAVOS DO ALGORITMO

>

Os algoritmos, indiferentes aos esforços de branding, desempenham o papel de “guardiões” entre consumidores e marcas.

A BUSCA DAS MÁQUINAS POR SIGNIFICADO

>

 A ameaça que podemos perceber para os empregos é o surgimento da Inteligência Artificial e dos robôs. As organizações devem permitir que pessoas e máquinas extraiam umas das outras o que elas têm de melhor.

CONFIAMOS EM TRANSPARÊNCIA

>

 A queda da confiança nas grandes instituições agravou a questão da autenticidade, enquanto blockchain oferece uma possível solução para essa crise de confiança.

A ECONOMIA DA ÉTICA

>

As organizações começaram a assumir posições políticas em assuntos de interesse geral - motivadas pelas expectativas de clientes e funcionários.

DESIGN FORA DA CAIXA

>

 O design é desafiado pela proliferação do design thinking e a demanda para que produtos sejam escalados rapidamente por meio de tecnologias emergentes.

 

O MUNDO FÍSICO REVIDA

Ao longo dos últimos cinco anos, muita ênfase foi dada na criação de experiências entregues por meio de telas digitais. Consequentemente, as pessoas passaram mais tempo interagindo via dispositivo do que pessoalmente. Motivada por custos mais baixos, uma mudança ocorre nas tecnologias, por conta da ansiedade causada pelo "vício nas telas". Um número cada vez maior de marcas essencialmente digitais agora dá maior ênfase na presença física ao aproveitar ao máximo o digital e os dados para melhorar a experiência.


A Fjord sugere

  • Deixe de pensar no digital e no físico como coisas distintas
  • Deixe que a tecnologia o inspire
  • Aperfeiçoe suas habilidades em design

SAIBA MAIS

 

O mundo físico revida

COMPUTADORES TÊM OLHOS

Computadores têm olhos

A digitalização tornou as câmeras mais inteligentes, tanto em termos do que elas conseguem capturar (os olhos delas) quanto do que elas conseguem fazer com isso (o cérebro delas). As câmeras digitais inteligentes de hoje conseguem "capturar com os olhos" pontos de dados por visão computacional, analisados e trabalhados sem a necessidade de digitação de texto. Olhos mais aguçados e cérebros mais inteligentes tornam os computadores cada vez mais humanos, enquanto o custo atual da tecnologia de câmeras, relativamente acessível, significa que elas podem ser instaladas em qualquer dispositivo.


A Fjord sugere

  • Repense os serviços
  • Repense sua abordagem com relação aos dados
  • Repense o contexto de design

SAIBA MAIS

 

ESCRAVOS DO ALGORITMO

Com o surgimento de novas interfaces - mensagens, chatbots, voz - viabilizadas por Inteligência Artificial, os clientes têm novas formas de explorar seus mecanismos de descoberta. À medida que os algoritmos por trás dessas interfaces ficam cada vez mais poderosos, o impacto no marketing cresce exponencialmente. Os algoritmos não percebem (e nem se preocupam com) os esforços de branding ou campanhas publicitárias. Se não existir mais um lugar físico, onde as marcas possam existir e ganhar vida para os consumidores, como elas se conectarão com os compradores?


A Fjord sugere

  • Conheça os algoritmos
  • Adapte-se ao novo ambiente de marketing
  • Cuidado com a repercussão

SAIBA MAIS

 

Slaves to the algorithm

A BUSCA DAS MÁQUINAS POR SIGNIFICADO

A busca das máquinas por significado

Existe uma preocupação cada vez maior com os empregos que os robôs podem assumir ou tornar obsoletos, mas a proliferação dos robôs não reflete com precisão o verdadeiro impacto que a Inteligência Artificial e a aprendizagem de máquinas terão sobre o local de trabalho. Contudo, enquanto alguns empregos serão substituídos, novos serão criados. Além disso, há um maior entendimento de que as máquinas estão se tornando "outro tipo de usuário". O foco não estará mais na possível concorrência entre pessoas e máquinas, e sim em aproveitar a soma das forças.


A Fjord sugere

  • Pense em colaborar, e não em competir
  • Design para interação
  • Seja transparente, seja inclusivo
  • Planeja o futuro para a evolução do pessoal

SAIBA MAIS

 

CONFIAMOS EM TRANSPARÊNCIA

A confiança das pessoas em grandes instituições está ruindo. Uma forma de ajudar a combater isso é usar blockchain, o que reverte a falta de transparência ao permitir saber de onde veio uma informação. É por isso que blockchain já é utilizado em serviços financeiros e em diversas indústrias. Blockchain inspira e alimenta uma nova geração de serviços digitais.


A Fjord sugere

  • Tome uma atitude agora
  • Design para confiança
  • Esteja aberto à colaboração
 
Confiamos em transparência

A ECONOMIA DA ÉTICA

A economia da ética

As organizações estão em um novo ambiente onde percebem que não podem ignorar questões mais amplas, que vão além da tradicional agenda de Responsabilidade Social Corporativa, e não podem ser apenas reativas. Recentemente, os clientes exigem que as marcas façam o que é certo, como assumir a responsabilidade rapidamente ao cometerem um erro. Essa mudança coincidiu com uma queda na confiança das pessoas nos governos e criou uma oportunidade para as organizações agirem.


A Fjord sugere

  • Auto auditoria de forma ética
  • Defina sua personalidade e propósito
  • Compartilhe as metas
 

DESIGN FORA DA CAIXA

A proliferação do design thinking torna difícil distinguir entre os iniciantes e os especialistas, e a crescente demanda por produtos a serem entregues e escalados rapidamente está minando a criatividade do design. Isso resulta em produtos que, muitas vezes, carecem de simplicidade, elegância, personalidade e, fundamentalmente, arte – pontos significativos de venda de design. Além disso, o impacto das plataformas móveis e sociais no design significa que algumas são prescritivas em sua abordagem, levando a um design muito parecido, com pouca inovação estética.


A Fjord sugere

  • Dê aos designers espaço para a arte
  • Crie equipes multidisciplinares
  • Designers: assumam a responsabilidade pelo seu trabalho
Design outside the lines




CONTEÚDO SUGERIDO