LATEST THINKING


Tecnologia blockchain como os bancos constroem uma rede global de pagamentos em tempo real

Visão geral

Uma das questões mais discutidas hoje no setor de serviços financeiros é a tecnologia blockchain. Se ela for totalmente adotada, permitirá aos bancos a processarem pagamentos de forma mais rápida e com maior precisão e, assim, reduzir os custos de processamento das transações e a exigência para exceções.

Para capitalizar este potencial, os bancos precisam desenvolver a infraestrutura necessária para criar e operar uma verdadeira rede global com o uso de soluções baseadas nesta tecnologia transformadora.

Nossa pesquisa constatou que o uso do blockchain é uma das questões de maior preocupação entre os executivos bancários que lideram as atividades de pagamento. O levantamento revelou – talvez de forma mais crítica – o que os executivos acreditam que deve acontecer para o blockchain ganhar importância a nível mundial.

Trinta e dois profissionais de bancos comerciais foram entrevistados para saber mais sobre o potencial da tecnologia blockchain e informações financeiras?

Interesse em blockchain é alto

Os bancos estão interessados em blockchain. A maioria das instituições que respondeu à nossa pesquisa ainda está na fase inicial de adoção. Cerca de três quartos estão envolvidos na validação do conceito, na formulação da estratégia de blockchain ou acabaram de começar a estudar o seu potencial.

Apesar do progresso, os bancos que já utilizam o blockchain estudam a possibilidade de transferências bancárias entre fronteiras. Remessas além das fronteiras, pagamentos corporativos e transferências bancárias entre fronteiras recebem comparativamente menos atenção. Mas onde quer que esperem lançar o blockchain, os executivos antecipam uma ampla gama de benefícios como custos mais baixos, solução mais rápida, menos erros e novas oportunidades de receitas.

Nove em cada 10 executivos dizem que seu banco explora o uso da tecnologia blockchain

Tudo tem a ver com a rede

Uma companhia global é fundamental para ajudar os bancos a usar o blockchain para transformar os pagamentos em escala e ajudar a reduzir o risco de falha. Aquela mais eficaz deve ter duas características distintas:

  1. Incluir os direitos, obrigações, controles e padrões definidos necessários.

  2. Oferecer um processo rápido e eficiente de integração que permite aos bancos usar a funcionalidade de "plug and play" na rede para corredores existentes e futuros.

Muitos executivos também observaram que a rede não deve ser um clube exclusivo. "A rede deve ser aberta para bancos e demais organizações para criar condições iguais", afirma executivo de um banco global.

Muito trabalho ainda tem de ser feito para definir as regras de engajamento e ajudar a criar os fundamentos da rede antes dos bancos progredirem na discussão sobre a tecnologia em si e começarem a explorar como realmente usá-la para melhorar seus negócios.

Independentemente de quem cria e dirige este ambiente, os bancos concordam que o blockchain precisa de uma rede robusta para ser bem sucedida.

Outros pontos-chave para adoção

A rede é um fator crítico de êxito para o sucesso do blockchain, mas existem outros fatores. Um importante tem a ver com a criação de uma dinâmica interna para a integração e implementação da tecnologia blockchain, algo que metade dos bancos indicou na pesquisa que é difícil fazer. A segurança é um outro motivo de hesitação dos bancos para adotar esta tecnologia.

Educar as principais partes interessadas dentro das empresas sobre os benefícios e impactos positivos do blockchain também é um ponto fundamental. Os executivos disseram que a aplicação bem sucedida do blockchain exigirá a promoção de uma coordenação incomum entre bancos. Isso é essencial para conseguir os efeitos positivos da rede que fazem com que o blockchain seja tão convincente.

Via promissora

A tecnologia blockchain e os registos de contabilidade têm um futuro positivo. Como plataformas que se atualizam em tempo real e por possuírem código aberto confiável, elas transmitem dados e valores de forma segura e podem ajudar os bancos a reduzir os custos de processamento de pagamentos. É possível também criar novos produtos e serviços que podem desenvolver outros, além de trazer importantes fluxos de receita.

O principal ponto para tornar realidade o potencial do blockchain é o esforço colaborativo entre os bancos para desenvolver a rede necessária que apoie os pagamentos globais. As instituições precisam optar por uma visão mais global e trabalhar juntos — e com as demais organizações — para ajudar a definir a espinha dorsal deste ambiente. Ela pode sustentar um sistema de pagamento global, aceito integralmente e onipresente, que pode transformar a maneira como os bancos executam transações.

Nas palavras de um executivo que entrevistamos: "a tecnologia só funcionará se todos a adotarem. Tem de ser tudo ou nada."