Skip to main content Skip to Footer

A
PROMESSA
DO AS-A
SERVICE

JÁ É UMA
REALIDADE

A velocidade com que as coisas mudam

Há dois anos, 68% dos executivos de negócios pesquisados pela Accenture e pela HfS Research disseram acreditar que levaria cinco anos ou mais para que seus principais processos de negócios fossem entregues as-a-Service.

Um ano depois, outra pesquisa da HfS revelou que 56% dos líderes sênior de negócios queriam adotar recursos as-a-Service, tais como operações inteligentes, num prazo de dois anos.

Por que a pressa? Há algumas questões por trás disso. Uma delas é a concorrência. À medida que cada vez mais organizações obtêm sucesso com as-a-Service, os observadores percebem que estão cada vez mais insatisfeitos com a maneira como suas principais funções e processos são executados.

Adicionalmente, as-a-Service oferece maior agilidade e rapidez aos líderes que procuram estar à frente dos mercados em constante mudança e das rápidas transformações nas demandas dos clientes.

Baixe o infográfico Promise of as-a-Service

BAIXE O ESTUDO
COMPARTILHE

ANALISAREMOS OS CINCO FATORES QUE LEVAM À ADOÇÃO DO AS-A-SERVICE.

  1. Alta demanda

    As empresas que utilizam um modelo as-a-Service para uma ou mais funções extraem os benefícios da parceria com um fornecedor de as-a-Service para serviços mais sofisticados e mais inteligentes.

    A Accenture trabalha com um grande produtor independente de energia para implantar tecnologia que liga ativos de campo a uma rede de produtos na nuvem, com preços baseados no consumo, a fim de reduzir custos, aumentar a produção e simplificar a tecnologia.

  2. Maior agilidade

    Setores inteiros se consolidam em meio ao crescente número de fusões e aquisições. Contudo, o aumento da atividade de F&A traz maior complexidade e custos para integrar e manter uma extensa infraestrutura de operações.

    Isso pode deixar os negócios mais lentos. Com as-a-Service, as empresas podem reduzir o peso da infraestrutura e aproveitar melhor os ativos. A agilidade também decorre da flexibilidade em dimensionar o volume de transações para cima ou para baixo de acordo com as mudanças das necessidades dos negócios.

  3. Speed-to-value

    Com as-a-Service, os clientes utilizam recursos de primeira linha em questão de dias ou semanas, e não meses.

    Por exemplo, a Accenture tem ajudado um grande atacadista de supermercados na América do Sul a oferecer uma plataforma de serviços e vendas as-a-Service baseada na nuvem para alavancar o crescimento em seu novo negócio digital. A Accenture criou uma solução as-a-Service turnkey de ponta a ponta que ajudou a empresa a lançar rapidamente seu novo negócio digital e obter vantagem competitiva como pioneira no mercado.

  4. Analytics e automação de ponta

    As-a-Service não envolve apenas processar transações e capturar dados. Esse modelo também aproveita analytics e a vasta experiência no setor para fornecer insights para melhorar o desempenho.

    Para a DollarTree, uma grande loja de descontos, a Accenture aplicou analytics para desenvolver uma estratégia de redução de energia usando mais de 300 modelos de desempenho para criar cenários a partir do big data. Com base nos mais de 12 milhões de pontos de dados, os modelos forneceram insights em tempo real sobre cada uma das geografias das lojas e a energia consumida em locais específicos. A Accenture desenvolveu um relatório que mostrava como otimizar a energia e o dinheiro em mais de 13 mil lojas de varejo.

  5. Viabilizar resultados específicos

    Este é o coração da proposta de valor do as-a-Service: a proposta é desenvolvida e entregue de acordo com os resultados desejados pela empresa, seja mais receita, melhores margens, melhor atendimento ao cliente, inovação mais rápida ou nova expansão de mercado.

    Podemos também buscar melhor desempenho em nível funcional, tais como maior velocidade de contratação ou processos financeiros e de procurement mais ágeis.

    Os serviços são então pagos de acordo com o valor entregue por meio do contrato as-a-Service e podem ser comprados à medida que forem consumidos.

Como começar?

Se a sua empresa está apenas no início da jornada as-a-Service, ou se você perceber que o seu ritmo está mais lento, quais serão seus próximos passos?

Muitas empresas começam com o componente de tecnologia como parte das funções de migração para a nuvem. Elas podem começar com uma única função e então expandir para outras. Nesse ponto, o salto para as-a-Service é menor.

Outras adotam uma abordagem de automação. Elas precisam ser mais variáveis no consumo de serviços. RPA as-a-Service permite um rápido upgrade em qualidade e eficiência, minimizando os investimentos necessários.

Há vários outros caminhos a serem explorados. Independentemente do escolhido, saiba que as-a-Service está além da fase de testes: ele já é uma realidade.

SlideShare A Promessa do as-a-Service

COMPARTILHE

Conecte-se

Via Linkedin

Siga a Accenture Operations no LinkedIn

Buscando novas formas de alcançar a alta performance em suas operações de negócios? Fornecemos serviços de processos de negócios viabilizados pela tecnologia para entregar resultados de negócios.

SIGA-NOS