Honestamente, eu não preciso dizer o quanto a tecnologia impacta nossas vidas.
Escolha uma direção e olhe para ela. Quer você opte por olhar para o seu telefone, que reúne quase todo o nosso conhecimento, ou para os satélites que mapeiam nossa bolinha de gude azul, é fácil ver que nossas vidas são constantemente moldadas por inovações. Não é de se admirar que, hoje, tantos CEOs procurem pela tecnologia mais recente e brilhante  para ajudá-los a transformar seus negócios.

E, no entanto, em minha experiência, aprendi que a tecnologia não pode ser aplicada simplesmente pelo bem ou pelo entusiasmo da tecnologia. Deve haver um propósito por trás dessas inovações. Em outras palavras, as empresas precisam ter um senso de propósito para a tecnologia.

O significado mais profundo da tecnologia

O que isso significa? Simplificando, tecnologia com propósito é quando uma empresa alinha seus objetivos de negócios e tecnologia para que eles estejam usando as inovações certas, no momento certo, para atingir seus resultados. Ter um senso de propósito da tecnologia é  perguntar: "Quais são os desafios que enfrentamos hoje, quais são as oportunidades que existirão amanhã e como a tecnologia pode resolver tudo isso?"

O que eu gosto nesse conceito é que não tem nada de novo! As pessoas gravitam naturalmente em torno da questão do propósito - por que as empresas não deveriam também? Criar uma cultura de propósito de tecnologia não apenas incentiva os líderes de negócios a serem mais conscientes no que diz respeito à sua organização, mas também os recompensa com todos os benefícios que essas tecnologias podem oferecer. Isso significa menos risco, maior flexibilidade e agilidade, e mais tempo e eficiência.

Além disso, operar tecnologia com finalidade clara estimula a democratização de tecnologias e competências. Quando cada pessoana organização tem as ferramentas para poder crescer na sua carreira, a inovação começa a brotar de todos os cantos. Na verdade, 88% dos executivos acreditam que a democratização da tecnologia está se tornando crítica para sua capacidade de reacender a chama da inovação por toda a empresa.

Mas é claro, é mais fácil falar do que fazer. Entender como e quando aproveitar as inovações mais recentes requer um certo conjunto de habilidades – um talento especialmente forjado na interseção de tecnologia e negócios.

Na minha experiência, é aqui que entra o chief information officer (CIO).

Carta aberta a CIOs

Caros CIOs, se ninguém lhes disse isso ainda, deixe-me ser o primeiro: vocês estão em uma posição única para ajudar seus negócios a dominar novas tecnologias, habilidades e maneiras de trabalhar. À medida que mais e mais empresas se tornam orientadas para a inovação, o Board vai continuamente olhar para você para obter orientação.

E, enquanto digo isso, também reconheço que CIOs têm obstáculos importantes que precisam superar.

Tradicionalmente, o C-Level de negócios considera os CIOs apenas os solucionadores de problemas do back-office. Felizmente, as coisas estão mudando. Hoje, o CIO não é visto como alguém em uma mera função transacional, mas sim como um parceiro-chave e aliado de confiança do conselho, de acordo com a Gartner’s 2021 CIO Agenda.

Como CIO, você é o mais próximo da tecnologia. Você conhece a plataforma de tecnologia da empresa melhor do que ninguém e, portanto, sabe onde estão os desafios e oportunidades para o negócio. Mas, às vezes, pode ser difícil traduzir por que implementar uma nova arquitetura baseada em microsserviços é a escolha certa quando você está no meio do furacão.

De qualquer forma, vejamos o blockchain como um exemplo. Alguns de seus colegas podem ver essa tecnologia como uma bala de prata que criará magicamente maior visibilidade e transparência em sua cadeia de suprimentos. No entanto, como CIO, você provavelmente reconhece que nem sempre este é o caso – e o custo de adotar essa inovação e integrá-la aos sistemas existentes pode não valer o investimento.

Você não deve apenas negar a ideia, mas também explicar seu raciocínio em termos leigos. Em minha experiência, portanto, é tão importante que o CIO desenvolva relacionamentos sólidos com pessoas como o CEO, o CFO e o CMO- parceiros que podem ajudar a construir um caso para o resto das partes interessadas.

Se posso deixar você com um pensamento final, é que você tem uma oportunidade única aqui. Você pode mudar a mentalidade da empresa para que cada pessoa, de cima para baixo, esteja equipada para trabalhar com um senso de propósito tecnológico.

Criar uma cultura de propósito de tecnologia não apenas incentiva os líderes a serem mais introspectivos no que diz respeito à sua organização, mas também os recompensa com todos os benefícios que essas tecnologias podem oferecer.

Etapas para trazer propósito à tecnologia

A promessa da tecnologia é clara: economia de custos, eficiência de tempo, melhores colaborações, mais flexibilidade ... a lista é imensa. Mas que passos as organizações podem tomar hoje para promover uma cultura de propósito de tecnologia?

  1. Eduque seus pares: uma das melhores maneiras de ser um parceiro de negócios proativo é articulando o valor da TI. Considere fazer parceria com outras pessoas da alta gestão para ajudar a construir o caso de valor de nova tecnologia.
  2. Coloque a resiliência no centro: a tecnologia precisa ter propósito, mas também cumprir sua promessa. Seja claro ao articular com a empresa como nuvem, AI Ops, e arquitetura cibernética e corporativa podem desempenhar um papel vital no aumento da resiliência de TI.
  3. Pivotar rapidamente: O isolamento social causado pela COVID-19 ofereceu uma oportunidade para os CIOs mostrarem como a TI pode pivotar para acomodar rapidamente as mudanças do mercado. Agora, os CIOs devem demonstrar como a maior flexibilidade e agilidade podem ajudar a acelerar os serviços digitais.
  4. Reskill e Upskill: A melhor coisa que os CIOs podem fazer é inovar junto com suas equipes de TI. Agora é a hora de adotar novas habilidades, especialmente à medida que a TI passa a ter funções mais voltadas para os negócios.
  5. Cultive relacionamentos: Trabalhar em casa continuará a ser a norma. Portanto, a função de TI terá um papel fundamental na promoção de uma cultura colaborativa e no estabelecimento de novos meios de trabalho.

Quando comecei este artigo, pedi que você olhasse ao redor. Agora, estou pedindo que você olhe para a frente. Acredito que os CIOs continuarão a desempenhar um papel fundamental na orientação da tecnologia e estratégia de negócios de sua organização, e acho que eles farão isso estimulando um senso de propósito de tecnologia. Então, caso tenha escolhido olhar para os satélites que percorrem nosso céu, ou para baixo, para o universo em expansão do conhecimento em nossos bolsos, vou pedir mais uma coisa - olhe para dentro e encontre esse senso de propósito.

 

Ricardo Polisel trabalha na Accenture desde 2000, no escritório de São Paulo. Possui experiência extensa aconselhando boards e executivos de empresas em iniciativas em que a tecnologia está no coração do negócio. Desde 2020, lidera a prática de Tech Strategy & Advisory para a América Latina, e também acumula a liderança do grupo de Tech M&A para países emergentes. Projetos recentes com clientes tiveram foco na intersecção de Negócios e Tecnologia e incluem projetos de IT Strategy, Digital Transformation, M&A, Carve-out e integrações pós-fusão. Sua experiência inclui empresas de serviços financeiros, aviação, varejo e meios de pagamentos. Antes de se juntar à Accenture, Ricardo fundou e manteve uma startup de serviços de Internet que chegou a 1000 usuários entre 1997 e 1998. Ricardo é engenheiro mecânico pela Poli-USP e fala inglês, espanhol, alemão e português. Conecte-se via LinkedIn. 

 

 

Fique conectado

Junte-se à nossa equipe

Busque oportunidades de emprego que correspondam às suas habilidades e interesses. Procuramos pessoas proativas, curiosas, criativas e que saibam trabalhar em equipe para encontrar soluções.

Mantenha-se atualizado

Fique informado com dicas que você poderá usar hoje mesmo sobre carreiras, perspectivas do pessoal interno e percepções de ponta setoriais - tudo vindo de quem trabalha aqui.

Fique conectado

Receba alertas sobre vagas, as últimas notícias e dicas do pessoal interno adaptadas às suas preferências. Veja quais oportunidades empolgantes e gratificantes o aguardam.

Veja todas
Subscribe to Accenture's Como a tecnologia pode nos ajudar a encontrar nosso propósito Blog Subscribe to Accenture's Como a tecnologia pode nos ajudar a encontrar nosso propósito Blog