Em 2020, 66.280* mulheres no Brasil se redescobriram ao ter que aprender a lidar e superar o câncer de mama, uma das doenças mais comuns entre as mulheres do Brasil e do mundo. E 2020 também foi o ano em que Ana Paula ingressou na Accenture como analista sênior de Delivery Control. E qual é a relação entre esses dois fatos? 

Em 2012, Ana Paula descobriu um câncer de mama que mudou completamente o rumo da sua vida. Isso porque, além da superação do câncer - e após cirurgia, quimio e radioterapia -, uma lesão no nervo durante o procedimento cirúrgico limitou sua mobilidade, força e amplitude no braço direito, e ela se viu em uma nova descoberta, desta vez, como PCD.

“A partir daí, minha vida mudou em vários aspectos. Mesmo sendo formada em Relações Internacionais e em T.I com Ênfase em Gestão de Negócios, eu estava fora do mercado, principalmente pelo fato de PCD’s serem, normalmente, contratados para cargos onde minha formação e conhecimentos seriam subutilizados. Além do fato de eu ter um filho pequeno e morar no litoral sul de São Paulo, em Mongaguá”, conta. 

Sua história começou a mudar ao ser contratada pela Accenture, em plena pandemia, em setembro de 2020, como PCD. Com um misto de alegria e medo, não demorou muito para Ana Paula perceber a importância que a empresa dá para a diversidade, que não é apenas um discurso, mas sim um princípio presente em todos os funcionários: 

“Percebi que todos estavam ali dispostos a me ajudar. Recebi apoio e suporte da minha liderança, de diversos colegas do Delivery Control e dos meus clientes do CIAA-Data&AI Recife. A receptividade foi além do esperado. Consigo desenvolver minhas atividades perfeitamente e consciente de que meu desenvolvimento e crescimento na empresa dependem unicamente de mim, mas que sempre terei suporte e apoio dos meus colegas! Assim como também tenho a consciência de que também serei um ponto de apoio e suporte para eles”. 

A Accenture é uma empresa na qual todos têm oportunidades de desenvolver sua carreira, afinal, buscamos sempre cuidar do nosso principal ativo: Pessoas. 

Ana Paula, que em setembro de 2020 iniciou sua jornada como PMO, conta ainda com o acompanhamento do Programa Sem Barreiras, voltado para pessoas PCD. 

 “São 10 meses de aprendizado, desenvolvimento, ganhos e mudanças (para melhor) – mas são apenas os primeiros 10 meses de Accenture, tem muito mais por vir ainda”. 

 

*Dados do INCA 

 

Fique conectado

Junte-se à nossa equipe

Busque oportunidades de emprego que correspondam às suas habilidades e interesses. Procuramos pessoas proativas, curiosas, criativas e que saibam trabalhar em equipe para encontrar soluções.

Mantenha-se atualizado

Fique informado com dicas que você poderá usar hoje mesmo sobre carreiras, perspectivas do pessoal interno e percepções de ponta setoriais - tudo vindo de quem trabalha aqui.

Fique conectado

Receba alertas sobre vagas, as últimas notícias e dicas do pessoal interno adaptadas às suas preferências. Veja quais oportunidades empolgantes e gratificantes o aguardam.

Veja todas
Subscribe to Accenture's Blogs Careers Blog Subscribe to Accenture's Blogs Careers Blog